Folhas frescas e gostosas

Adoro uma boa salada e, de vez em quando, também curto um bom hambúrguer – se for caseiro, então… que delícia! Nesses dois pratos, um ingrediente que não pode faltar é alface, concordam? A única coisa que me deixa meio chateada é que, em contato com a carne do hambúrguer ou com o molho da salada, a folha fica logo mole e murcha.

Você também gosta de incrementar um bom hambúrguer com alface? Fica uma delícia, mas as folhas acabam murchando rapidamente (Foto de Wikimedia Commons)

Você também gosta de incrementar um bom hambúrguer com alface? Fica uma delícia, mas as folhas acabam murchando rapidamente (Foto: Wikimedia Commons)

Pelo menos não sou a única que se incomoda com isso, e pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos estão trabalhando para resolver o problema. Eles criaram uma nova espécie de alface a partir da mistura de duas já existentes: a crespa, que consumimos bastante aqui no Brasil, e a alface-americana, mais crocante.

Unir as características de duas plantas existentes em uma nova já é um conceito bastante utilizado na ciência e pode ser muito interessante. Os cientistas pegam o pólen de flores das duas espécies para criar uma terceira, que mistura características das primeiras, assim como nós unimos características de nossos pais. Desta vez, o resultado foi a alface Brunela.

Para obter a nova variedade de alface, pesquisadores cruzaram o pólen das flores de duas espécies diferentes (Foto: Wikimedia Commons)

Para obter a nova variedade de alface, pesquisadores cruzaram o pólen das flores de duas espécies diferentes (Foto: Wikimedia Commons)

Foram cinco anos de pesquisa até chegar às folhas bonitas e crocantes da nova alface. O engenheiro agrônomo Fernando César Sala garante que valeu a pena. Segundo ele, a Brunela é muito gostosa. “Por ter folhas mais grossas, ela suporta mais o calor sem murchar ou queimar e pode acumular mais açúcar, o que rende um sabor mais adocicado”, diz. A nova alface também facilita o preparo do lanche: por ser mais firme, a folha não rasga na hora de lavar.

Além da preocupação com os consumidores, os cientistas queriam oferecer aos agricultores um produto fácil de cultivar. “A alface-americana é uma das mais usadas no Brasil, mas tem formato semelhante a um repolho, o que causa muitas perdas nas folhas por causa das chuvas e do calor”, explica o engenheiro agrônomo Fernando César Sala. “A Brunela tem um formato diferente, que diminui as perdas dos agricultores”.

A alface Brunela é plantada em tubos contendo água e nutrientes (Foto: José Roberto Bérgamo)

A alface Brunela é plantada em tubos contendo água e nutrientes (Foto: José Roberto Bérgamo)

Produtores rurais que quiserem cultivar a nova espécie de alface podem pegar as sementes na universidade sem custos ou receber pelo correio. Eu, por enquanto, fico aqui com água na boca!

Matéria publicada em 17.06.2013

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Camille-Dornelles

Quando criança, gostava de fazer experimentos dentro de casa e explorar o mundo. Hoje, na CHC, me sinto brincando de cientista e trabalhando como jornalista ao mesmo tempo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat