Desenho e ciência

Em uma época onde qualquer celular tem câmera fotográfica, ainda tem muita gente fazendo desenhos. Científicos, ainda por cima! Essa prática, que tem o objetivo de retratar com detalhes as espécies da natureza, vem desde a época do Renascimento, com os desenhos feitos por Leonardo Da Vinci, e se chama ilustração científica.

Aqui no Brasil, a ilustradora Dulce Nascimento tem paixão por esse trabalho e se dedica a fazer ilustrações detalhadíssimas de plantas nativas. Ela bateu um papo com o pessoal da CHC e contou exatamente o que faz um ilustrador botânico.

CHC: De onde nasceu o interesse por pintar plantas?
Dulce: Essa paixão veio lá da infância, do contato com a natureza. Eu costumava ficar olhando as plantas e ia descobrindo como tudo nelas ia mudando de um dia para o outro e como eram bonitas. Depois, na vida adulta, aprendi não apenas as técnicas, mas também o que significa unir ciência e arte num mesmo trabalho, que hoje é minha profissão.

CHC: Você também pinta a fauna ou somente a flora? O que é mais difícil?
Dulce:
John Ruskin, um pensador, escritor e desenhista inglês, dizia que, se você for capaz de desenhar uma folha, é capaz de desenhar tudo que quiser no mundo! Embora minha especialidade seja a flora, também pinto a fauna. A dificuldade é a mesma quando se trata de ilustração científica, porque temos que buscar, no desenho e na pintura, retratar detalhes para que a espécie que estamos desenhando não seja confundida com qualquer outra espécie parecida.

CHC: A ilustração científica é importante para apoiar o trabalho dos pesquisadores. Mas uma foto também não serviria? Por que alguns pesquisadores preferem a ilustração?
Dulce:
A fotografia nos ajuda bastante, mas, por mais precisa que seja, não é suficiente para o pesquisador, que busca detalhes às vezes minúsculos. A ilustração científica é uma “tradução” visual que mostra a um só tempo todos os elementos importantes (alguns ampliados quando necessário) para a identificação da espécie que se estuda.

Confira uma galeria de imagens com alguns desenhos feitos por Dulce:
[jj-ngg-jquery-slider gallery=”13″ html_id=”about-slider” width=”600″ height=”450″
center=”1″ effect=”fade” pausetime=”7000″ order=”sortorder” animspeed=”400″]

Matéria publicada em 29.08.2012

COMENTÁRIOS

  • MiaVicLobo

    Eu estudei sobre isso na aula de hoje – dia 25/08/2020 Colégio Idesa ou Instituto de Ensino Santo Antonio 4º D – em Ciências, estou aprendendo sobre as flores.

    Publicado em 25 de agosto de 2020 Responder

  • Melissa Simões Chaves

    Vim do módulo “Anglo”. Mundo bom o livro

    Publicado em 16 de setembro de 2020 Responder

  • Rayssa

    Olà!revista CHC tudo bem com vcs? Tomara que ss .Mechamo RAYSSA,tenho 11 anos ,estudo na escola Marechal Floriano.Eu nao sabia que. Os desenhos tbm era ciencia ,(pode ater ser que meu professor falou em uma aula mais como sou ne) eu sempre escuto falar sobre o leonardo da vini .Acho que e assim que escreve , e nunca escutei falar sobre a. Dusce nacimento. E que tipo a paixao dela pelo pintar plata era des de pequena .E isso bjs qte a proxima
    Data:2/11/20
    De:Rayssa
    Para:Chc

    Publicado em 2 de dezembro de 2020 Responder

  • Ysadora da Conceição Rodrigues.

    MUITO LEGAL E JA DECIDI MINHA PROFISSAO

    Publicado em 25 de junho de 2021 Responder

Envie um comentário

Camille-Dornelles

Quando criança, gostava de fazer experimentos dentro de casa e explorar o mundo. Hoje, na CHC, me sinto brincando de cientista e trabalhando como jornalista ao mesmo tempo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat