Negócio da China

Outro dia recebi uma mensagem muito interessante dos alunos do quarto ano da Escola Sá Pereira. Eles estão estudando as grandes navegações, e ficaram muito curiosos ao saber que os chineses talvez tenham sido os primeiros “descobridores” das Américas, muito antes da chegada dos portugueses e espanhóis.

Nossos estudantes queriam saber por que os chineses, liderados pelo grande navegante Zheng He, não tomaram posse das regiões que eles teriam descoberto. Teria sido porque na verdade não queriam dominar, queriam apenas conhecer estes lugares e elaborar novos mapas? Ou porque achavam que seria muito difícil tomar conta de tanta terra?

Mapa feito em 1763, supostamente copiando mapa anterior que reproduzia geografia "descoberta" de 1418. O original nunca foi encontrado.

É muito difícil responder a estas perguntas. Afinal, primeiro é preciso ter certeza se os chineses realmente foram os primeiros a descobrir as Américas! A opinião de Gavin Menzies, oficial da Marinha britânica, é que sim, os chineses teriam chegado às Américas no ano de 1421.

Ele defende esta ideia baseado em um mapa feito pelo veneziano Fra Mauro, em 1459, que mostra com alguma precisão o Cabo da Boa Esperança décadas antes de ele ter sido contornado por Bartolomeu Dias, em 1488. Ele, por sua vez, teria conseguido estas informações através de outro veneziano, Niccolò da Conti (c.1385- 1469), que teria tido contato com os chineses quando vivia em Calcutá, na Índia. E os chineses já saberiam de tudo isso há um tempão, como mostra outro mapa, supostamente feito em 1418 (ver o primeiro mapa).

Só que nada disso é fácil de comprovar. Ninguém sabe mesmo se da Conti obteve todas as informações que teria passado para Fra Mauro. Além disso, o mapa de 1418 na verdade foi feito em 1763, quando a costa das Américas já era bem conhecida, copiando um mapa anterior, feito em 1418, e o original nunca foi encontrado. É bem possível que a cópia não seja exatamente igual ao mapa original.

Mapa feito pelo veneziano Fra Mauro, em 1459, que mostra com alguma precisão o Cabo da Boa Esperança décadas antes de ele ter sido contornado por Bartolomeu Dias, em 1488.

Mas, mesmo que os chineses não tenham chegado às Américas no início do século XV, alguns mistérios permanecem. Como Fra Mauro sabia da existência do Cabo da Boa Esperança? Os chineses tinham ou não condições técnicas de ultrapassá-lo? Segundo muitos historiadores, não faltavam meios disponíveis para os chineses navegarem pelo oceano Atlântico – mas, ao mesmo tempo, não há nenhum documento que prove que eles realmente tenham feito isto.

Mas nada disso invalida a pergunta do pessoal da Sá Pereira. Afinal de contas, está comprovado que, nas várias expedições feitas entre 1405 e 1433, os chineses estiveram no Sri Lanka, na Índia, na África. Por que, então, não teriam tentado conquistar estes lugares?

Não sei a resposta certa para esta pergunta. Uma possibilidade é que não seria tão fácil assim conquistar estas regiões, que também tinham seus reinos e exércitos. Outra hipótese levantada por historiadores é que as expedições, incentivadas pelo imperador Zhu Di, eram o primeiro passo para a China estabelecer relações comerciais com as regiões descobertas. Só que ele morreu em 1424, e o novo imperador não pretendia continuar investindo no comércio internacional, tendo preferido incentivar o desenvolvimento da agricultura na própria China. O historiador americano Jared Diamond, inclusive, diz que os imperadores seguintes eram tão contrários às expedições que mandaram queimar todos os documentos e vestígios destas viagens. É por isso que, hoje em dia, é tão difícil pesquisar este tema!

Direto da Máquina do Tempo: curioso para saber mais sobre algum tema da História? Mande um e-mail! Sua dúvida ou sugestão pode virar o próximo tema da coluna!

Matéria publicada em 03.06.2011

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Keila Grinberg

Quando criança, gostava de visitar a Biblioteca Nacional, colecionar jornais antigos e ouvir histórias da época de seus avós. Não deu outra: hoje é historiadora e escreve para a coluna Máquina do tempo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Parque Nacional de Itatiaia

A primeira área de preservação ambiental do Brasil

Pequenos notáveis

Conheça os peixes criptobênticos!

Open chat