Guerra nas estrelas e o nome dos bichos

Há muito tempo, num oceano muito, muito distante, viveu uma espécie de trilobita chamada Han solo. Seu habitat era uma região onde hoje está o sudeste da China, mas que, 470 milhões de anos atrás, foi mar. Esse pequeno bichinho foi apresentado ao mundo em 2005, pelo paleontólogo Samuel Turvey. Han é o nome de uma etnia que compõe mais de 90% da população atual da China. Por ser a única espécie do gênero, Turvey a chamou de solo, que quer dizer “sozinho” em latim. Mas o nome desse curioso invertebrado extinto tem algo mais: Han Solo é um personagem da famosa série de filmes Guerra nas Estrelas.

Ilustração da pequena espécie de trilobita <i>Han solo</i>. Os trilobitas foram invertebrados marinhos que surgiram há mais de 500 milhões de anos e foram extintos 250 milhões de anos atrás. (ilustração: Apokryltaros / Wikimedia Commons / <a href=http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>CC BY-SA 4.0</a>)

Ilustração da pequena espécie de trilobita Han solo. Os trilobitas foram invertebrados marinhos que surgiram há mais de 500 milhões de anos e foram extintos 250 milhões de anos atrás. (ilustração: Apokryltaros / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0)

Como o trilobita, várias outras espécies animais ganharam nomes que fazem referência à série, para o delírio dos fãs. Três espécies de vespa do gênero Polemistus (“guerra”, em grego) foram chamadas de P. chewbacca, P. vaderi e P. yoda. Em Guerra nas Estrelas, Chewbacca era o carismático, grandalhão e peludo companheiro de Han Solo, Darth Vader era o terrível Comandante Supremo do Império Galáctico e Yoda, o bondoso Grande Mestre dos Cavaleiros Jedi.

Yoda também virou o nome de um gênero de vermes marinhos com apenas uma espécie conhecida, Yoda purpurata (“púrpura”, em latim), que habita as profundezas do Oceano Atlântico norte. E ainda do pequeno crustáceo Albunione yoda, que mede menos de nove milímetros e vive nas brânquias de caranguejos! Albunione é uma mistura de dois nomes: Albunea, o gênero do caranguejo que “hospeda” o Albunione yoda, e Ione, um gênero de crustáceos muitíssimo parecidos com os Albunione. Na mitologia grega, Albunea e Ione eram duas divindades relacionadas à água.

Para os pesquisadores que descobriram <i>Yoda purpurata</i>, suas estruturas laterais lembram as orelhas do Mestre Yoda, de Guerra nas Estrelas. (foto: David Shale / <a href=http://marinesciencetoday.com/2012/10/08/yoda-in-the-deep-sea/>MarineScienceToday.com</a>)

Para os pesquisadores que descobriram Yoda purpurata, suas estruturas laterais lembram as orelhas do Mestre Yoda, de Guerra nas Estrelas. (foto: David Shale / MarineScienceToday.com)

Mas o recordista de homenagens entre os personagens de Guerra nas Estrelas é o vilão Darth Vader. Há espécies de vespa, formiga, mosca e besouro com seu nome, além de um gênero de ácaros da Tasmânia, o Darthvaderum.

<i>Adelomyrmex vaderi</i> foi descoberta na Colômbia. <i>Adelomyrmex</i> significa “formiga invisível” ou “formiga obscura” em grego – isso porque elas vivem sob folhas caídas no solo da floresta e são muito difíceis de serem vistas ou capturadas. (foto: Ryan Perry / AntWeb.org / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/>CC BY-SA 3.0</a>)

Adelomyrmex vaderi foi descoberta na Colômbia. Adelomyrmex significa “formiga invisível” ou “formiga obscura” em grego – isso porque elas vivem sob folhas caídas no solo da floresta e são muito difíceis de serem vistas ou capturadas. (foto: Ryan Perry / AntWeb.org / CC BY-SA 3.0)

Como o Darth Vader dos filmes veste uma armadura preta dos pés à cabeça, os bichos que levam seu nome geralmente têm cor escura, como a formiga Adelomyrmex vaderi e o besourinho Agathidium vaderi. A pequena vespa Arketypon vaderi também é toda negra, mas tem algo mais: segundo os pesquisadores que a descreveram, sua cabeça lembra o capacete de Darth Vader, como se fosse um arquétipo – ou seja, um modelo dele. Daí o nome do gênero, Arketypon.

O besouro <i>Agathidium vaderi</i> (à esquerda) mede três milímetros, é encontrado nos Estados Unidos e consegue se dobrar como um “pequeno novelo” – <i>Agathidium</i>, em grego. Já a vespa <i>Arketypon vaderi</i>, encontrada na Austrália, mede só um milímetro e parasita outros insetos. As duas espécies foram batizadas em homenagem ao vilão Darth Vader. (fotos: esquerda, American Museum of Natural History; direita, Natalie Sale-Skey / Flickr / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.0>CC BY-NC-SA 2.0</a>)

O besouro Agathidium vaderi (à esquerda) mede três milímetros, é encontrado nos Estados Unidos e consegue se dobrar como um “pequeno novelo” – Agathidium, em grego. Já a vespa Arketypon vaderi, encontrada na Austrália, mede só um milímetro e parasita outros insetos. As duas espécies foram batizadas em homenagem ao vilão Darth Vader. (fotos: esquerda, American Museum of Natural History; direita, Natalie Sale-Skey / Flickr /
CC BY-NC-SA 2.0)

Os Cavaleiros Jedi, ordem de guerreiros que lutam pela paz e justiça da galáxia, também ganharam sua homenagem com o nome da espécie de formiga Tetramorium jedi, descoberta em Madagascar.

<i>Tetramorium jedi</i> é assim chamada em homenagem aos Cavaleiros Jedi. <i>Tetramorium</i> vem do grego “quatro partes”, porque seu corpo pode parecer ter quatro e não três segmentos. (foto: Shannon Hartman / AntWeb.org / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/>CC BY-SA 3.0</a>)

Tetramorium jedi é assim chamada em homenagem aos Cavaleiros Jedi. Tetramorium vem do grego “quatro partes”, porque seu corpo pode parecer ter quatro e não três segmentos. (foto: Shannon Hartman / AntWeb.org / CC BY-SA 3.0)

E até personagens com pouco destaque já foram lembrados pelos especialistas. Uma espécie de peixe da Amazônia, pertencente ao gênero Peckoltia – referência ao cientista Gustavo Peckolt – foi chamada de Peckoltia greedoi, por causa de sua semelhança com Greedo, um alienígena que aparece durante poucos minutos em Guerra nas Estrelas: Uma Nova Esperança.

<i>Peckoltia greedoi</i> é uma espécie de cascudo encontrada no rio Gurupi, na divisa dos estados do Pará e Maranhão. Os cientistas acharam que a cara do peixe lembra a do personagem Greedo, de Guerra nas Estrelas, e por isso lhe deram esse nome. (foto: Jonathan W. Armbruster / Zookeys / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by/4.0>CC BY 4.0</a>)

Peckoltia greedoi é uma espécie de cascudo encontrada no rio Gurupi, na divisa dos estados do Pará e Maranhão. Os cientistas acharam que a cara do peixe lembra a do personagem Greedo, de Guerra nas Estrelas, e por isso lhe deram esse nome. (foto: Jonathan W. Armbruster / Zookeys / CC BY 4.0)

Acho que deu para notar o quanto alguns cientistas gostam de Guerras nas Estrelas. Não é para menos. Essa é uma das séries de filmes mais famosas da história do cinema! Eu também sou fã. E, depois de escrever tanto sobre esse assunto, só me resta uma despedida à moda Jedi… Que a força esteja com você!

Matéria publicada em 04.12.2015

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Henrique Caldeira Costa

Curioso desde criança, Henrique tem um interesse especial em pesquisar a história por trás dos nomes científicos dos animais, que partilha com a gente na coluna O nome dos bichos

CONTEÚDO RELACIONADO

Parque Nacional de Itatiaia

A primeira área de preservação ambiental do Brasil

Pequenos notáveis

Conheça os peixes criptobênticos!

Open chat