Se apenas um conhecimento pudesse ser salvo


Você sabia que a Organização das Nações Unidas declarou 2011 como o Ano Internacional da Química? O objetivo é celebrar as conquistas dessa área da ciência e suas contribuições para o bem-estar da humanidade.

Sem as extraordinárias descobertas feitas pela química, você provavelmente não estaria lendo este texto. Afinal, essa ciência foi a responsável pelo desenvolvimento do plástico usado na fabricação de partes do seu computador (teclado, mouse e monitor) e também pela criação do material que emite o laser do mouse óptico. A química também está por trás da elaboração dos materiais semicondutores que formam o processador (o “cérebro” do computador), além de estar ligada ao desenvolvimento dos compostos que criam a imagem colorida que aparece no monitor.

Mesmo se você decidisse imprimir este texto para lê-lo depois, a química ainda estaria presente para ajudar. Isso porque ela é responsável pelo desenvolvimento de grande variedade de pigmentos coloridos, usados nas impressoras que temos em casa, mas também na pintura de automóveis, fogões e geladeiras, no revestimento de paredes, no tingimento de tecidos e na impressão colorida de livros, jornais, revistas e fotos.

Vista com preconceito por certo tempo, principalmente devido à produção de inseticidas muito tóxicos e de detergentes que poluíam rios e lagos, a química deu a volta por cima ao desenvolver inseticidas menos nocivos e detergentes biodegradáveis, que não agridem tanto o meio ambiente.

Hoje, os produtos desenvolvidos a partir das descobertas da química estão presentes em nossas vidas durante todo o dia. Quando acordamos, logo usamos a escova e o creme dental. O xampu e o condicionador, bem como as essências usadas para fazer o desodorante e o perfume, também são inicialmente elaborados em laboratórios químicos. Parte da roupa que você veste é produzida com tecido sintético, assim como seu tênis e a mochila que você usa para colocar seu material escolar. O combustível dos ônibus ou automóveis (diesel, gasolina, gás natural, álcool ou biodiesel) são produzidos pela química. E, caso você tenha alguma doença, o médico receitará um remédio (também desenvolvido com a ajuda dessa ciência). Ou seja, a química está presente no nosso dia a dia e contribui com nosso bem-estar.

Mostrar como essa ciência é indispensável para a humanidade, o progresso econômico e a proteção do meio ambiente é justamente um dos objetivos do Ano Internacional da Química. O intuito também é aumentar o interesse dos jovens pela química e comemorar um aniversário especial, que mostra o quanto as mulheres têm a contribuir para a ciência: os cem anos de entrega do Prêmio Nobel de Química a Marie Sklodowska Curie, que descobriu os elementos químicos rádio e polônio (clique aqui para saber mais sobre essa pesquisadora e seus feitos).

Marie Curie em 1911, quando recebeu o Prêmio Nobel de Química (foto: Wikimedia Commons).

No Brasil, as comemorações do Ano Internacional da Química estão sendo coordenadas pela Sociedade Brasileira de Química, que criou uma página na internet para divulgar os eventos que serão realizados em 2011. Uma das atrações é a seção 365 dias de Química. Nela, diariamente, um químico brasileiro conta um pouco de sua trajetória profissional e apresenta uma molécula, com sua representação tridimensional interativa. Além disso, você também pode encontrar caça-palavras, entrevistas e curiosidades elaboradas especialmente para crianças e jovens. Visite a página e confira!

Joab Trajano Silva
Instituto de Química
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Matéria publicada em 23.04.2011

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Beto Pimentel

O autor da coluna A aventura da física é apaixonado por essa ciência desde garoto. Hoje, curte também dar aulas e fazer atividades criativas em contato com a natureza e com as outras pessoas.

CONTEÚDO RELACIONADO

Parque Nacional de Itatiaia

A primeira área de preservação ambiental do Brasil

Pequenos notáveis

Conheça os peixes criptobênticos!

Open chat