Brincar, brincar, brincar…

Ursos japoneses do início da década de 1950.

Quem aí não gosta de brincar? Brincar de boneca, de jogar bola, de videogame… Ao longo de sua história, o homem foi criando diferentes brinquedos para se divertir. E agora, você pode conhecer um pouco mais sobre a história desses inventos. Quer saber como?

O Centro Cultural do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, acaba de inaugurar uma exposição com 250 brinquedos! São carrinhos, piões, navios, bonecas e muito mais, que encantaram milhares de crianças durante o século 20.

Os brinquedos estão separados de acordo com a época na qual foram feitos. Nas décadas de 1920 e 1930, o destaque são os navios e os carrinhos de lata. Já em 1950 e 1960, a indústria de brinquedos começou a produzir miniaturas das invenções da época: máquina de costura, liquidificador, batedeira, máquina de lavar. Em 1959, surge a boneca que até hoje faz sucesso entre as meninas: a Barbie!

Jeremias vai à feira: brinquedo brasileiro do final dos anos 1940.

No final da década de 1960, começaram a surgir robôs, naves espaciais, foguetes e astronautas. Sabe por quê? Em 1969, o homem pisou pela primeira vez na Lua! E é claro que todo mundo adorou essa novidade! Por sua vez, os brinquedos que emitem sons, como o Genius e as bonecas que choram, tossem ou riem, só surgiram recentemente, nos anos 1980.

Todos os brinquedos da exposição fazem parte da coleção de Flávio Pacheco. Ele começou a comprá-los há mais de trinta anos e hoje já tem mais de cinco mil peças. Um tesouro e tanto, já que, no nosso país, não há muitas iniciativas como essa! “No Brasil não existe nenhum museu ou catálogo que trate desse tema”, explica Flávio.

Alguns dos brinquedos favoritos do colecionador, que estão presentes na exposição, são os navios movidos a vapor que surgiram depois da Revolução Industrial, quando os produtos começaram a ser feitos por máquinas e não mais somente por pessoas. Ele também gosta muito do boneco Jeremias, dos robôs, das naves espaciais e das marionetes.

Brinquedo americano fabricado entre 1920 e 1930.

Flávio conta que as primeiras fábricas de brinquedos surgiram no século 18, na Europa, mas a grande expansão aconteceu depois, no século 19. “Com o desenvolvimento da classe média, começou a produção de mercadorias destinadas exclusivamente às crianças”, explica ele.

Agora você já sabe como os brinquedos industriais surgiram. Mas quando será que o homem começou a fazer os primeiros brinquedos artesanais? “Supõe-se que os brinquedos existem desde que o homem surgiu”, diz a arqueóloga Maria Isabel Fleming, da Universidade de São Paulo. Afinal, qualquer objeto pode servir de brinquedo, não é verdade? Podemos pegar uma simples vassoura, por exemplo, e transformá-la em um cavalo. Só depende da nossa imaginação!

Moto alemã feita entre 1930 e 1940.

Porém, além de divertir, os brinquedos têm ainda outra função: eles foram e ainda são muito importantes para preparar a criança para o futuro. Por exemplo, a garotada que viveu há mais de 2.500 anos, durante a Antiguidade, se divertia com bigas – carros puxados por dois cavalos – de brinquedo, que eram justamente os veículos que iriam usar quando crescessem. As bonecas, por sua vez, são outro exemplo: de certa forma, esses brinquedos ensinam as meninas a cuidar de bebês, algo que pode ser útil caso elas decidam ser mães quando forem adultas.
Os brinquedos também estimulam as crianças, podem despertar interesse e talento em certas atividades, além de desenvolver a atenção e a criatividade! Portanto, já que os brinquedos têm tantas vantagens, nunca deixe de brincar!

A história dos brinquedos
Centro Cultural do Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março 66, Centro, Rio de Janeiro/RJ.
De terça a domingo, das 10h às 21h. Até 13 de fevereiro.
Grátis.
Mais informações: (21) 3808-2020.

Matéria publicada em 24.01.2001

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Eliana-Pegorim

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat