Brasil, olhe para o céu!

Você está convidado para um espetáculo. Quem convida são os astrônomos – os cientistas que estudam os astros. Anote a data e local do evento: noite de quarta-feira, 27 de outubro, em qualquer região do Brasil. Quem voltar seus olhos para o céu nessa ocasião vai contemplar um espetáculo e tanto: o eclipse total da Lua! E saiba que, no país inteiro, milhões de pessoas vão fazer o mesmo!

É o Brasil, olhe para o céu! acontecendo: um grande experimento coletivo, uma atividade que convida todos os brasileiros a observar esse fenômeno. O evento é um prolongamento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que ocorreu de 18 a 24 de outubro e teve o intuito de mostrar como a ciência está presente no nosso dia-a-dia. “Já que um eclipse lunar aconteceria logo depois da semana, por que não incentivar todo o país a observar o céu?”, explica o físico Martín Makler, do Observatório Nacional, um dos responsáveis pela iniciativa.

O eclipse lunar começa às 22h14min da noite de 27 de outubro, poderá ser visto totalmente a partir das 23h23min e só atingirá seu ponto máximo na madrugada do dia 28, às 0h04min. Eclipses ocorrem duas vezes por ano, em um período chamado de “temporada de eclipses”. Mas o deste mês de outubro é especial, porque pode ser visto em todo o Brasil. Outro eclipse total da Lua como esse só em 2008!

O que é um eclipse lunar?
Um eclipse lunar acontece quando a Lua deixa de receber a luz do Sol e fica escondida por algum tempo na sombra da Terra. Ao girar em torno de nosso planeta, a Lua passa por uma região onde a sombra da Terra impede que a luz solar chegue até ela. Neste momento, Lua, Terra e Sol ficam temporariamente alinhados, provocando o eclipse.

O esquema feito pelo americano Fred Espenak ilustra o que acontece durante um eclipse lunar. Clique na imagem para visitar o site organizado por ele sobre o fenômeno (em inglês).

Para apreciá-lo, não é necessário ter um equipamento especial, pois não há perigo em observar a Lua, que pode ser vista facilmente a olho nu. “Apreciar este fenômeno é uma grande oportunidade para aprender um pouco sobre a astronomia e entender como ocorre o eclipse lunar”, diz Martín.

Então, que tal se comportar como um pequeno astrônomo e pesquisar sobre o céu? Você pode começar sua busca na página www.brasilolheparaoceu.org.br, que tem informações sobre o eclipse e sugestões de atividades. O site traz ainda um concurso que escolherá os 100 melhores desenhos e fotografias sobre o eclipse. Todos podem participar! Procure seu professor e espalhe a notícia em sua escola.

Ah! E prepare-se para presenciar o espetáculo: procure um lugar com pouca luz, convide a família e os amigos. É só virar a cabeça para o céu e apreciar o eclipse! Confira abaixo alguns lugares em que observações coletivas estão sendo organizadas.

Onde observar o eclipse

Rio de Janeiro
Museu de Astronomia e Ciências Afins.
Observação do céu com telescópios, astrônomos e monitores – estudantes de Física e Astronomia – a partir das 20h.
Pátio do Museu. Rua General Bruce, 586, São Cristóvão/ RJ.
Tel.: (21) 2580-7010. Ramal: 206/210.

Bahia
Observação do céu com telescópios, astrônomos e monitores – estudantes de iniciação científica – a partir das 20h.
Universidade Estadual de Feira de Santana. Rua da Barra, 1924, Jardim Cruzeiro, Feira de Santana/BA.
Tel.: (75) 624-1921.

Distrito Federal
Clube de Astronomia de Brasília.
Observação do céu com telescópios e instrutores do Clube de Astronomia a partir das 19h.
Pista de Aeromodelismo, Av. L2-Sul, Brasília/DF.
Tel.: (61) 9984-4433.

Espírito Santo
Planetário de Vitória.
Observação do céu com telescópios e instrutores – estudantes de Física – a partir das 20h.
Av. Fernando Ferrari, s/n°, Vitória/ES.
Tel.: (27) 3335-2489.

São Paulo
Parque do Ibirapuera.
Observação do céu com telescópios, astrônomos e físicos, a partir de 21h.
São Paulo/SP.
Tel.: (11) 3635-7173.

Mato Grosso
Universidade Federal de Mato Grosso.
Observação do céu com alunos de Astrofísica, do curso de Física, a partir de 0h05.
Estacionamento. Av. Fernando Corrêa, s/nº, Cuiabá/MT.
Tel.: (65) 6158745.

Minas Gerais
Observatório das Alterosas
Ouro Fino/MG.
Tel.: (19) 3276-0454

Santa Catarina
Observatório de Astronomia e Astrofísica
Observação do céu com telescópios e monitores – astrônomos amadores – a partir das 21h.
Planetário da Universidade Federal de Santa Catarina.
Campus Universitário,Trindade/SC.
Tel.: (48) 331-9241.

Matéria publicada em 23.10.2004

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Cathia Abreu

Adoro aprender coisas novas. Tenho a sorte de trabalhar me divertindo e fazendo descobertas todos os dias.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat