Astronomia na oca

Você sabe identificar constelações? O princípio básico é a ligação das estrelas por traços imaginários que formam imagens no céu: uma cruz, um escorpião, um leão… As mesmas configurações podem ser reconhecidas em qualquer lugar do Brasil, mas nem todos veem o céu da mesma maneira. Muitas tribos indígenas brasileiras têm as suas próprias constelações.

Para os indígenas brasileiros, as constelações são uma forma de marcar o tempo e saber a época certa de plantar, colher e realizar rituais religiosos (Imagem: Ricardo Oliveira/Agência Fapeam)

Para os indígenas brasileiros, as constelações são uma forma de marcar o tempo e saber a época certa de plantar, colher e realizar rituais religiosos (Imagem: Ricardo Oliveira/Agência Fapeam)

O astrônomo Rundsthen Vasques de Nader, do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, conta que as constelações indígenas são um pouco diferentes das constelações que conhecemos, de origem grega. Enquanto as constelações tradicionais são formadas apenas pela ligação imaginária entre estrelas, as dos índios levam em conta as regiões mais claras e escuras do céu noturno para criar os desenhos.

A constelação do Homem Velho – formada pelas constelações ocidentais do Touro e Órion – é reconhecida pelos índios guarani como um sinal de que o verão chegou (Imagem: Museu da Amazônia)

A constelação do Homem Velho – formada pelas constelações ocidentais do Touro e Órion – é reconhecida pelos índios guarani como um sinal de que o verão chegou (Imagem: Museu da Amazônia)

Entre os desenhos das constelações das tribos brasileiras estão muitas divindades e animais típicos da floresta. “Os guaranis, por exemplo, enxergam um homem velho, que é uma divindade, no lugar em que ficam as constelações de Órion e Touro”, conta Rundsthen.

Muito mais que desenhos legais, as constelações servem de aviso para os indígenas sobre as estações do ano e, por consequência, sobre a época certa de plantar e colher e de celebrar algumas festas religiosas. “O aparecimento da constelação do Homem Velho (que os guarani chamam de Tuya) no céu, em meados de dezembro, marca o início do verão para os índios do sul do país e o início das chuvas para os índios do norte”, conta o astrônomo. “Quando ela começa a desaparecer, em abril, isso indica o fim das chuvas”.

Já os índios ticuna, que vivem no Amazonas e no Acre, enxergam uma briga entre um tamanduá e uma onça na região do céu que engloba as constelações do Cruzeiro do Sul e do Escorpião. “Em certas épocas do ano, eles enxergam uma onça por cima do tamanduá, já em outras é o tamanduá que está por cima”, disse o pesquisador à CHC Online.

E você, que desenhos vê quando olha para o céu?

Matéria publicada em 10.12.2013

COMENTÁRIOS

  • Anne Gabrielle P. Trindade

    Ao ler esse texto eu descobri coisas que eu não sabia sobre as constelações, exemplo, os índios , eu não conhecia a forma que eles usavam as estrelas para saber o inicio do verão e o fim das chuvas, por meio de uma constelação do Homem Velho, chamada pelos pelos índios Guaranis de Tuya . O astrônomo Rundsthen diz ” os Guaranis ,por exemplo,enxergam um homem velho, que é uma divindade,no lugar em que ficam as constelações de Órion e Touro” . Além disso, esse texto apresenta outros pontos interessantes sobre o assunto como , para os guaranis as constelações também serviam de aviso sobre as estações do ano; a época certa de plantar, de colher e de celebrar algumas festas religiosas .

    Publicado em 6 de abril de 2019 Responder

    • nicolas

      Achei muito interessante como eles usavam as estrelas para definir a chegada de verão e o fim da chuva 🙂 :~)

      Publicado em 30 de junho de 2020 Responder

      • LUiSa ; )

        Verdade é mto legal

        Publicado em 19 de agosto de 2020

    • LARA

      EU TAMBEM

      Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

    • anonima

      EU TAMBEM

      Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • Eluane Esteffany Soares Rodrigues

    Eu achei interessante a parte dos indígenas.

    Publicado em 18 de maio de 2020 Responder

  • Julya Beatriz Costa Santos

    Eu achei muito interessante da parte dos indígenas sobre as constelações que avisava as estações da época certa de plantar e colher e do velho também é bem interessante e divertido de ler, gostei bastante de ler esse texto

    Publicado em 25 de junho de 2020 Responder

  • Isadora

    Gostei bastante,pois saber dessas coisas é magnífico, eu espero mais dessas notícias.

    Publicado em 30 de junho de 2020 Responder

  • Isadora

    Gostei bastante,pois saber dessas coisas é magnífico, eu espero mais dessas notícias.
    Pois não sabia que na tribo eles usavam este
    tipo de coisa.

    Publicado em 30 de junho de 2020 Responder

  • jujubinha

    Eu achei a noticia muito interessante e trata de um assunto bem diferente

    Publicado em 18 de agosto de 2020 Responder

  • sla ;-;

    eu achei mais ou menos!

    Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • banana

    EU TAMBEM NAO GOSTEI

    Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

    • Ninguem sabe ;-;

      Ta asdorei e bem legal

      Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • LARA

    EU TAMBEM

    Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • foreign

    i would find it interesting if i spoke your language

    Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • k-poper de coraçao

    escrevam algo sobre k-pop

    Publicado em 19 de agosto de 2020 Responder

  • Elisa C. Meirelles

    (Aluna do Curso Teatro Cósmico Modelando o Sistema Terra – Sol – Lua)

    Achei muito interessante esse texto, pois reforça a ideia de que as diferenças culturais entre povos fazem cada um ter uma visão diferente do mesmo céu, e isso é incrível!

    Publicado em 13 de agosto de 2021 Responder

  • Gabriely F. C. Coelho

    (Aluna do Curso Teatro Cósmico Modelando o Sistema Terra – Sol – Lua)

    Adorei o texto! Simples e muito explicativo, achei super legal a forma em que o povo indígena utiliza as constelações, e é muito interessante ver que um mesmo céu pode ser visto de várias formas trazendo significados diferentes!

    Publicado em 16 de agosto de 2021 Responder

  • brenda nunes

    (Aluna do Curso Teatro Cósmico Modelando o Sistema Terra – Sol – Lua)

    Gostei muito do texto! Bem interessante, simples e explicativo, achei incrível a forma que que cada cultura tem uma visão diferente do céu, muito bacana!

    Publicado em 16 de agosto de 2021 Responder

  • Esther D.

    >>>Curso Teatro Cósmico Modelando o Sistema Terra–Sol–Lua<<<

    Texto bastante explicativo, e muito interessante as formas diferentes que cada povo tem de ver o céu, como 0 exemplo eles usarem como forma de marcar a época certa de plantar colher etc.

    Publicado em 16 de agosto de 2021 Responder

Responder Cancelar resposta

Camille-Dornelles

Quando criança, gostava de fazer experimentos dentro de casa e explorar o mundo. Hoje, na CHC, me sinto brincando de cientista e trabalhando como jornalista ao mesmo tempo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat