As garras do sapo

Nas histórias em quadrinhos dos X-Men, o Wolverine é um dos personagens mais populares, e sua marca registrada são as garras que usa em combates. É justamente essa característica que inspirou o apelido de uma espécie de anfíbio encontrada nas ilhas Amami-Oshima e Kakeroma-Jima, no Japão. O sapo-otton, por apresentar uma garra nas mãos – usada para lutar contra seus rivais –, começou a ser chamado de sapo Wolverine!

Sapo-otton

O sapo da espécie Babina subaspera, também chamado de sapo-otton, vive nas ilhas Amami-Oshima e Kakeroma-Jima, no Japão (Foto: Noriko Iwai)

Geralmente, os sapos têm quatro dedos nas mãos e cinco nos pés. Porém, cientistas já observaram a existência de algo semelhante a um quinto dedo nas mãos de diversas espécies de sapos, inclusive no Brasil – o chamado “polegar falso”.

Em muitas espécies, incluindo sapo-otton, o polegar falso tem um osso pontudo, em forma de garra, que fica escondido sob a pele, aparecendo apenas quando o sapo vai lutar contra outro macho. Ele serve também para se defender e para segurar a fêmea na hora do acasalamento.

Noriko Iwai, bióloga da Universidade de Tóquio, no Japão, fez parte do estudo que descobriu a garra do sapo-otton e conta que tanto machos quanto fêmeas da espécie possuem essa estrutura, mas as fêmeas raramente usam a arma secreta. Durante a pesquisa, alguns machos deram golpes doloridos nos pesquisadores, mas poucas fêmeas atacaram – e seus golpes foram tão leves que nem chegaram a doer.

Mão do sapo-otton

O quinto dedo presente nas mãos de alguns sapos é conhecido como polegar falso. Em espécies como o sapo-otton, ele possui um osso pontudo que funciona como garra (Foto: Noriko Iwai)

Segundo Noriko, o sapo-otton costumava ser bem comum em seu habitat e era até parte integrante do cardápio das populações locais. Hoje, porém, é cada vez mais difícil encontrar exemplares da espécie. “A devastação do habitat do sapo-otton e a inclusão de predadores levados pelos seres humanos colocou o animal na lista de bichos ameaçados de extinção”, lamenta a bióloga.

Matéria publicada em 11.12.2012

COMENTÁRIOS

  • Isadora

    Mim ajuda fazer aminha tarefa por favor pesoal

    Publicado em 20 de abril de 2021 Responder

Responder Cancelar resposta

LucasConrado

Já quis ser astronauta, cientista, astrônomo e biólogo. Sempre gostei muito de ler sobre ciência e hoje adoro escrever sobre isso!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat