Uma tabela superpoderosa

Tudo que se repete em intervalos regulares – como os meses do ano, os dias da semana, as olimpíadas (e muitos outros eventos!) – nós dizemos que é periódico. Conhecendo o tamanho desses intervalos, podemos fazer algumas previsões. Por exemplo: todo mundo sabe que as olimpíadas acontecem de quatro em quatro anos; se as últimas foram em 2016, a próxima será em… 2020 – fácil! Todo mundo também sabe que depois do domingo vem a segunda-feira – a gente tem preguiça, mas ela sempre vem! Com esse método de prever o que vem depois, os cientistas organizaram coisas incríveis, como os elementos da tabela periódica. A CHC resolveu embarcar nessa ideia e organizar uma tabela com base nos poderes dos super-heróis! Vem ver!

Ilustração Jaca

As tabelas têm esse poder de organização, classificação e previsão. Então, podemos partir dessa ideia para organizar várias outras coisas. Como amamos filmes de heróis e histórias em quadrinhos, decidimos montar uma tabela, catalogando os poderes dos super-heróis.

Mas por onde começar? Sabemos que o universo de super-heróis é muito grande e diverso. Temos os que voam, os que têm poderes animais, os que usam o poder da mente, os que se deslocam como um raio, os que tem visão de raio X… Para organizar todos estes poderes precisamos pensar de maneira prática.

Você deve ter visto a história do organizador da Tabela Periódica dos Elementos Químicos nesta edição, o Mendeleev . Pois decidimos fazer como ele: colocamos em quadradinhos os nomes e os poderes de alguns super-heróis e tentamos organizá-los periodicamente.

Veja como ficou e, em seguida, entenda a ideia!

Poderes em equipe

Se você olhar o primeiro período (primeira linha horizontal) da nossa tabela, vai reparar que todos têm o poder de voar, mas que fazem parte de equipes diferentes:

 Tempestade – equipe X-Men.

Capitã Marvel – equipe Vingadores.

Super-Homem – equipe Liga da Justiça.

Magneto – equipe… Que dizer, não trabalha em equipe!

 

Outros períodos

Nos outros períodos (demais linhas horizontais da tabela), temos outros superpoderes que se repetem nas diferentes equipes.  Veja:

No período 2, temos o poder da mente.

No período 3, temos os seres dotados de poderes animais.

No período 4, estão os chamados super-humanos, que são humanos com qualidades especiais, mas sem superpoderes.

 

Por dentro das famílias

Em cada família dessa tabela temos uma equipe diferente de super-heróis. Repare:

Na Família 1, todos pertencem aos X-Men, que foram acolhidos no Instituto Xavier para treinarem o controle de seus poderes e ajudarem a combater alguns mutantes que usavam suas habilidades para o mal.

Na Família 2  estão os membros dos Vingadores, que foram reunidos com o propósito inicial de cuidar de ameaças aos Estados Unidos (país de origem deles), mas acabaram trabalhando na proteção do mundo inteiro.

Na Família 3 está Liga da Justiça, super-heróis que se uniram para enfrentar qualquer ameaça e garantir a paz no planeta Terra.

Na Família 4 estão os supervilões, aqueles que usam seus poderes ao extremo com objetivos pessoais, e não pelo bem comum.

 

Como andam os seus superpoderes?

Em nossa superpoderosa tabela, deixamos alguns “buracos”, assim como Mendeleiev fez em sua Tabela Periódica dos Elementos Químicos. Será que você consegue pensar em quem poderia ocupar esses buracos? E se não existir ninguém que possa ocupá-lo, você conseguiria criá-lo? Quais seriam as características do super-herói para se encaixar perfeitamente no período e na família?

A tabela que criamos é apenas uma possibilidade, pois o universo dos super-heróis é enorme e podem ser propostas muitas outras supertabelas! Escreva para a gente sua ideia e mostre sua superorganização!

Supervilões – uma categoria bem diferente

Embora as equipes de super-heróis tenham propósitos e métodos diferentes, todas buscam a paz e a segurança da população. Porém, o propósito dos que estão na família dos vilões é o contrário: geralmente envolve a destruição de cidades, a morte de pessoas ou a dominação do mundo. Esses seres, que geralmente vivem isolados, são maus e querem realizar seus objetivos a qualquer custo. E eles até se parecem com os elementos químicos que ocupam a Família 18, a última da tabela periódica, porque esses elementos (chamados Gases Nobres) quase nunca se associam a outros elementos formando ligações químicas.

Cristhiane Carneiro Cunha Flôr,
Hélen Maria Mendes de Sene,
Lucas Mascarenhas de Miranda e
Marcela Arantes Meirelles,

Universidade Federal de Juiz de Fora.

Matéria publicada em 24.06.2019

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Histórias de uma coisa que todo mundo faz

Você pode estar em casa, na maior tranquilidade, quando bate a vontade. Pode também estar na escola e ficar meio com vergonha de saberem que foi você quem fez. Pode ainda estar na rua e ter de correr para achar um lugar onde possa fazer...

Nariz para fazer som!

Esse conhecimento, que é passado de uma geração para outra, também pode ser compartilhado com pessoas de fora daquele grupo, seja desinteressadamente ou, por exemplo, com o propósito de conservar o ambiente em que vivemos.