Rios voadores

Não, o título não está errado! Esses rios são reais e podem estar passando agora mesmo por cima da sua cabeça!

Já ouviu falar que o Brasil é um dos países com a maior quantidade de rios do mundo? Pois é verdade. Essa enorme quantidade de água doce, precisamos destacar, é uma das maiores riquezas do nosso país. Grande parte dessa água fica armazenada no subsolo, abaixo da terra em que pisamos, em reservatórios subterrâneos chamados aquíferos. Mas você está se perguntando o que tudo isso tem a ver com rios voadores. Vou contar! Ou melhor, vamos pensar juntos!

O ar se desloca na atmosfera terrestre em grandes massas, semelhante à correnteza de um rio. O movimento dessas massas de ar é uma das principais forças que controlam o clima ao redor do mundo. Algumas delas estão cheias de vapor d’água, daí o nome rios voadores!

Na América do Sul, um dos principais rios voadores “nasce” no oceano Atlântico, na faixa próxima à linha do Equador, onde ocorre intensa evaporação. Essa massa de ar segue em direção à floresta amazônica, onde uma quantidade ainda maior de água é jogada para a atmosfera a partir da evaporação de solos úmidos, dos rios e da transpiração das inúmeras árvores.


Vinícius São Pedro,
Centro de Ciências da Natureza,

Universidade Federal de São Carlos

Sou biólogo e, desde pequeno, apaixonado pela natureza. Um dos meus passatempos favoritos é observar animais, plantas e paisagens naturais.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Histórias de uma coisa que todo mundo faz

Você pode estar em casa, na maior tranquilidade, quando bate a vontade. Pode também estar na escola e ficar meio com vergonha de saberem que foi você quem fez. Pode ainda estar na rua e ter de correr para achar um lugar onde possa fazer...

Nariz para fazer som!

Esse conhecimento, que é passado de uma geração para outra, também pode ser compartilhado com pessoas de fora daquele grupo, seja desinteressadamente ou, por exemplo, com o propósito de conservar o ambiente em que vivemos.