Restaurador(a) de obras de arte!

Tudo no mundo envelhece. Esculturas e pinturas também! Quer dizer, elas se degradam com o passar do tempo, com a exposição à luz, às mudanças de temperatura, à umidade… Para manter as obras de arte em bom estado de conservação entra em cena o restaurador, ou melhor, o conservador-restaurador!

Esse (ou essa!) profissional estuda muito a história das obras de arte, os artistas e os materiais usados para produzi-las. Com essas informações, é que tenta manter ou devolver a “forma” original da obra. Mas se engana quem acha que para uma obra ser restaurada ela precise ficar “novinha em folha”. Uma obra deve ser restaurada para que volte a funcionar como uma obra de arte, ou seja, para conservar a expressão do artista e ser apreciada pelo público.

Quem explica com mais detalhes tudo isso é o Daniel Aguiar, coordenador do Laboratório de Estudos em Ciências da Conservação da Escola de Belas Artes, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Uma entrevista exclusiva que a CHC compartilha com você!

Ilustração Lula Palomanes

Ciência Hoje das Crianças: Conservadores e restauradores de obras de arte também são artistas?

Daniel Aguiar: Não necessariamente! Apesar de, em vários casos, ser desejável que conservadores-restauradores tenham habilidades técnicas parecidas com as de um artista, não se exige que eles tenham a mesma capacidade criativa.

CHC: Qual é o maior inimigo de uma obra de arte?

Daniel: Que pergunta difícil! Para responder, precisamos saber qual tipo de obra estamos estudando, onde essa obra está, de que materiais é feita etc. Existe uma área da conservação-restauração que lida justamente com essa avaliação de riscos. Não é uma tarefa simples… Por exemplo, os riscos para esculturas de bronze são diferentes no litoral e no interior do Brasil. O mesmo vale para objetos de mármore, se estão expostos ao ar livre ou dentro de um museu. Mas a maior ameaça mesmo a uma obra de arte é o desconhecimento de quem trabalha com ela.

Elisa Martins

Jornalista, especial para a CHC.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Como nasceram todas as histórias

No início da criação do mundo, as histórias ficavam todas em um baú, aos cuidados de Nyame. Então Ananse, uma criatura metade homem e metade aranha, resolveu ir ao céu buscar histórias para contar.

Fala Aqui!

Este é o espaço para você falar com a CHC! Pergunta que a gente responde!