Restauração é vida de volta!

Um ambiente que, no passado, dizem os mais antigos, estava cheio de plantas e bichos, hoje tem poucas árvores e quase nenhum animal à vista… Opa! Estamos diante de uma área danificada, que parece não ter mais como se recuperar. Será mesmo que tudo está perdido?

 

Interior do Ceará: antes e depois da restauração do ambiente natural.
Fotos Divulgação/Funceme

 

“No passado era diferente, com rio correndo aqui, muitas árvores, eu brincava com meus amigos e pegava manga no pé!”, disse sua avó. Mas, hoje o mesmo local é uma área degradada, ambientalmente falando, um local que não tem capacidade de se regenerar naturalmente para voltar a ser como era antes. Mas como foi que isso aconteceu?

A degradação da natureza é resultado de atividades humanas desordenadas e intensas – como ocupações indevidas, práticas de cultivo e de criação de animais sem cuidado e em excesso, incluindo queimadas e desmatamento.

Mas (boa notícia!) nem tudo está perdido. Muitos pesquisadores trabalham para restaurar essas áreas. O termo é esse mesmo! Restaurar é tornar o ambiente o mais próximo possível da sua condição natural. Essa medida é muito importante para a conservação dos ecossistemas. Você sabe o que são ecossistemas?

 

Sara Ferreira Varela e Vanderlaine Amaral de Menezes,
Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste/UEZO.

Ilustrações Jaca

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Floresta azul?

Debaixo d’água existe uma floresta tão importante quanto às que temos em terra firme!

Um urso pelo Brasil

Ele dominou as Américas, mas desapareceu misteriosamente

Open chat