Quero saber…

…o que podemos fazer para preservar os animais aquáticos?

Podemos começar preservando a casa desses animais: a água! Como? Evitando a contaminação de rios e mares. Um dos grandes problemas para os animais aquáticos é a poluição. Resíduos sólidos, como plásticos, por exemplo, não são nada bons para eles. Os plásticos demoram séculos para se decompor, e os animais muitas vezes os confundem com alimento, podendo até morrer se os ingerirem. Uma forma de impedir esse tipo de tragédia é sempre descartar o lixo de forma adequada, separando os itens para a coleta seletiva.

Será que há outras maneiras de ajudar os animais aquáticos? Sim! Podemos trocar produtos do dia a dia, como xampus, condicionadores e materiais de limpeza, por outros menos tóxicos, com menos conservantes (substâncias químicas que fazem o produto durar mais tempo). Na hora de lavar a louça, por exemplo, podemos usar detergentes com menos fosfato. Essa substância pode causar problemas ambientais, porque a água suja com o detergente acaba sendo levada para os rios e oceanos, e o excesso de fosfato pode incentivar o crescimento de algas que acabam diminuindo o oxigênio na água. O resultado? Os animais aquáticos podem morrer por sufocamento!

Que tal organizar um mutirão de limpeza de praias na sua cidade? Você e seus amigos podem recolher o lixo da areia e descartá-lo de maneira sustentável! Assim, menos sujeira será levada pela água, e haverá menos risco à saúde dos animais aquáticos!

Rachel Ann Hauser-Davis
Instituto Oswaldo Cruz, Fiocruz

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

A árvore sagrada da Amazônia

Se você pudesse fazer um pedido para 2020, o que pediria? Uma vacina para prevenir a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus? Pode apostar que esse é o sonho de muita gente pelo mundo todo. E é também o desafio de muitos cientistas! Que tal conhecer um pouco da história das vacinas e descobrir como são produzidas?