Quem mexeu no meu ninho?

Câmeras escondidas flagram ação de predadores na floresta!

Durante a estação reprodutiva, as aves preparam seus ninhos. E eles são dos mais diferentes tipos. Há ninhos de gravetos, de folhagem e até de barro. Há ninhos em ocos de troncos, dentro de cavernas, no alto de árvores ou bem no chão. Eles podem ser pequeninos ou exagerados, tem de todo os tamanhos e para todos os gostos. Tudo isso para deixar os ovos – e depois, os filhotes – bem aconchegados e protegidos.

Mas, na natureza, a vida não é fácil, e os ninhos estão sempre em risco. Uma tempestade forte, por exemplo, às vezes derruba um ninho. Pode acontecer também de algum bicho invadir um ninho e devorar os filhotes enquanto os pais não estão por perto. Predadores de ninhos de aves não faltam: cobras, felinos, gambás, macacos, formigas, outras aves… o mundo selvagem está repleto deles.

Para entender melhor quais animais atacam os ninhos de aves, como e quando eles fazem isso, cientistas podem contar com a tecnologia. Eles utilizam as chamadas armadilhas fotográficas, que filmam e fotografam tudo que se move à sua frente. No Parque Estadual Carlos Botelho, uma importante área de Mata Atlântica preservada no estado de São Paulo, os cientistas fizeram o monitoramento de 215 ninhos de aves utilizando armadilhas fotográficas e registraram 61 ataques. Na maioria das vezes, como esperado, outras aves, gambás, cuícas e gatos-do-mato eram os “ladrões de ninhos”. Mas, em cinco ocasiões, quem atacou os ninhos foram morcegos!

Cientistas descobriram que o morcego-orelhudo pode atacar ninho de aves. Essa espécie de morcego pesa cerca de 85 gramas, e suas asas abertas podem medir quase 60 centímetros de comprimento.
Foto Guilherme Garbino/Wikipedia

Foi a primeira vez que cientistas registram esses mamíferos alados atacando ninhos de aves. Em duas ocasiões o predador foi identificado: era o morcego-orelhudo, uma das maiores espécies de morcegos do Brasil, chamado de Chrotopterus auritus pelos cientistas, que come aves, lagartos e até outros morcegos!

Mas, como os morcegos encontram os ninhos de pássaros? Será que usam a visão, a audição, o olfato ou a ecolocalização, um sentido especial para se guiar pelo eco dos sons? Isso os cientistas ainda não sabem. E isso é uma das maravilhas da ciência. Novos achados geram novas perguntas, e sempre tem algo mais para se descobrir!

 

Assista um morcego em ação atacando um ninho de pássaro no meio da noite. É só apontar a câmera do celular para o código abaixo!

Fonte: Daniel Perrella e colaboradores / Journal of Avian Biology


henrique-caldeira

Henrique Caldeira Costa,
Departamento de Zoologia
Universidade Federal de Juiz de Fora

Sou biólogo e muito curioso. Desde criança tenho interesse especial em pesquisar os seres vivos, especialmente o mundo animal. Vamos fazer descobertas incríveis aqui!

Matéria publicada em 28.12.2019

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

O engenheiro da lama

Um mergulho no manguezal pode revelar muitas curiosidades sobre o caranguejo-uçá!

Fora da Terra

Em uma viagem fora da Terra, podemos descobrir como os satélites nos ajudam a perceber mudanças e medir a superfície do planeta.

Open chat