Pequenos e temidos escorpiões

Eles são pequeninos, parecem inofensivos, mas podem ser perigosos quando se sentem ameaçados. Falamos sobre os escorpiões, que são integrantes da classe dos aracnídeos, e, portanto, primos das aranhas.  O aparecimento desses animais nas cidades, dentro das casas, nos quintais, vem acontecendo cada vez mais. O aumento desse encontro inesperado de humanos com escorpiões tem preocupado os profissionais de saúde, porque eles podem provocar acidentes e, algumas vezes, até a morte, se não houver atendimento médico rápido. Mas, nada de pânico: a melhor prevenção é a informação!

Ilustração Daniel Bueno

Os escorpiões são um dos aracnídeos mais antigos que se conhece. Assim como suas primas aranhas, os escorpiões têm veneno. E possuem uma estrutura para injetá-lo, o popular ferrão. Fica na ponta da cauda e serve para matar suas presas para se alimentar. Entre os animais que são comidos pelos escorpiões estão as baratas.

Os escorpiões medem entre 10 e 12 centímetros de comprimento. São animais noturnos. Quando estão fora de seus esconderijos durante o dia, são lentos (ou sonolentos). Ao despertarem, fogem rumo a um lugar seguro para se esconder. À noite, quando estão prontos para caçar, são ligeiros. Normalmente não são agressivos. O problema está em encostar neles. Para se defender, podem injetar seu veneno.

 

Claudio Machado
Instituto Vital Brazil

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Chá de sumiço

Há tempo para salvar as demais espécies, que têm tanto direito ao planeta quanto nós? Eis a questão!

Como o urso polar se protege do frio?

Com um experimento simples, podemos descobrir como alguns animais – como o urso polar! –, que vivem em temperaturas congelantes, se protegem do frio. Brrrr!!!