Os misteriosos círculos de fadas

Qual será a explicação para curiosos “anéis de vegetação” que se formam em um deserto africano?

A natureza é cheia de curiosidades. Um bom exemplo ocorre em um deserto próximo à costa oeste da África, onde a vegetação rasteira cresce formando “anéis” regularmente distribuídos pela paisagem. São os chamados “círculos de fadas” da Namíbia, até hoje um dos maiores mistérios das ciências naturais. Na tradição popular, fenômenos naturais como esse são muitas vezes atribuídos a seres fantásticos, como dragões, duendes e fadas. Mas, para a ciência, as explicações podem ser mais simples do que parece.

Desde que foram documentados cientificamente pela primeira vez, em 1971, várias versões apareceram para tentar explicar esse curioso padrão de crescimento vegetal. As primeiras diziam que cupins e formigas são responsáveis pelas curiosas formações, seja porque se alimentam da vegetação no interior dos círculos ou porque seus ninhos subterrâneos são circulares e, de algum modo, não deixam as plantas crescerem acima deles.

Os “círculos de fadas” são formações de vegetação rasteira do deserto da Namíbia que, apesar de curiosas, não têm nada de sobrenatural.
Fotos Nicolas Renac/Flickr (no alto) e School of Science (acima)

Outra explicação sugere que os círculos surgem em locais onde antes havia arbustos de um tipo de planta suculenta da região, que cresce em moitas circulares. Essas plantas produzem uma substância tóxica que fica no solo mesmo depois que morrem, o que poderia impedir o crescimento de outros vegetais naquele local. Há ainda a hipótese de que a disposição em círculos é simplesmente a melhor forma das plantas se organizarem para reduzir a forte competição por água no solo do deserto.

Cogumelos também podem crescer em “anéis”, mas, neste caso, é apenas consequência da expansão do micélio (parte subterrânea do fungo) do centro para as extremidades.
Foto Mrs. Skippy/Wikimedia Commons

Na busca por respostas para os círculos, os pesquisadores já usaram vários métodos científicos, como experimentos de laboratório, observações e coleta de amostras em campo, análises de imagens aéreas e até modernos modelos computacionais. No entanto, até hoje nenhuma das explicações foi definitivamente comprovada, nem descartada, e o debate sobre qual delas é a mais convincente continua.

Como podemos ver, a ciência não tem uma explicação imediata para tudo. Mas testando, descartando e comprovando hipóteses, ela nos permite aprimorar, aos poucos, nosso conhecimento. E o mais legal disso é saber que há sempre algo desconhecido a ser investigado pelos futuros cientistas.


vinicius

Vinícius São Pedro,
Centro de Ciências da Natureza,
Universidade Federal de São Carlos

Sou biólogo e, desde pequeno, apaixonado pela natureza. Um dos meus passatempos favoritos é observar animais, plantas e paisagens naturais.

Matéria publicada em 29.09.2021

COMENTÁRIOS

  • carina

    chgfdfyutt9´9889fa456çyg b xc

    Publicado em 30 de setembro de 2021 Responder

  • Larissa

    gostei porque amo fadas

    Publicado em 30 de setembro de 2021 Responder

  • Emily Marques Shashiki

    Eu acredito que a fada do dente existe e tenho certeza que foi criado esses círculos foi as primas da fada do dente

    Publicado em 30 de setembro de 2021 Responder

  • Emily Marques Shashiki

    Eu não sabia que existe isso no mundo 😳

    Publicado em 30 de setembro de 2021 Responder

  • Rafão

    vocês não viram que no texto dizia que o motivo disso eram um trosso toxico e o dos congumelos era por causa do micelio que a parte subterranea do congumelo e fadas não existem incluindo dragões mas fada do dente existe e papai noel existe.

    Publicado em 1 de outubro de 2021 Responder

  • Rafão

    vocês não viram que no texto dizia que o motivo disso eram um trosso toxico e o dos congumelos era por causa do micelio que a parte subterranea do congumelo e fadas não existem incluindo dragões mas fada do dente existe e papai noel existe e coelinho pascoa entendeu meu povo #fadas não

    Publicado em 1 de outubro de 2021 Responder

  • (Valen) Valentina Araújo Vinci

    Confesso não acredito em fadas mas isto me chamou muita atenção…..
    Amei muito essa reportagem CHC!!😉

    Publicado em 3 de outubro de 2021 Responder

  • Prof Vanessa Caimi

    LIndas fotos!!!! Ótimos artigos!!!

    Publicado em 4 de outubro de 2021 Responder

  • Nalu Abranches ^-^

    Amei o conteudo, muinto interesante!

    Publicado em 5 de outubro de 2021 Responder

  • 🥰Micaela

    amo fadas.❤🧡💛💚💙💜

    Publicado em 6 de outubro de 2021 Responder

  • Alunos da GR5A -EM Profª Maria Ângela – Niterói

    Nós achamos interessante saber que os cientistas tentarão sempre achar uma explicação para o assunto (fato).Baseado na explicação do autor da matéria, sempre haverão perguntas a serem respondidas pela Ciência.

    Publicado em 18 de outubro de 2021 Responder

  • Francisco Borsoi

    Achei um pouco esquisito, mas ao mesmo tempo interessante.

    Publicado em 23 de outubro de 2021 Responder

  • isaac oliveira do carmo. pietro

    0la chc nos gostamos da matéria os misteriosos círculos de fadas nós somos pietro e isaac somos de são josé dos campos

    Publicado em 26 de outubro de 2021 Responder

  • ana e izabel

    samos de SJC/ SP

    ola galera da chc. aqui quem fala é ana lucia e izabel temos 9 anos e estamos no 3 ano na escola homera da silva braga. achamos muito interesante o conteudo ‘” circulo de fadas” quero que voces continuem escrevendo mais conteudos como este.

    Publicado em 26 de outubro de 2021 Responder

  • isaac oliveira do carmo. pietro da cruz paulista de morais.

    ola

    Publicado em 26 de outubro de 2021 Responder

  • marcelo e ana clara

    são jose dos campos

    olá pessoal da CHC nós somos aluno do 3 ano d da escola ,homera da silva braga nós gostamos muito da matéria os misteriosos cículos de fadas queriamos que vcs publicasem
    uma matéria sobre animais .

    Publicado em 26 de outubro de 2021 Responder

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

Uma mulher do campo

Quem foi, ou melhor, quem é Elizabeth Altino Teixeira!

Open chat