O maior de todos os roedores

A pacarana-gigante, parente pré-histórico de ratos e capivaras, tinha o peso de um carro!

Entre todos os roedores conhecidos – dos extintos e dos viventes –a pacarana-gigante (Josephoartigasia monesi) foi o
maior deles!
Ilustração Nato Gomes

Ficha Técnica

Nome: Pacarana-gigante (Josephoartigasia monesi)
Origem: América do Sul
Tamanho: cerca de 1,5 metros de altura e 3 metros de comprimento
Peso: cerca de 1 tonelada
Época em que viveu: entre 4 e 2 milhões de anos (períodos Neógeno e Quaternário)

 

Quando falamos em roedores, pensamos logo em animais pequenos, como um rato, um esquilo, um porquinho da índia… Se perguntam qual o maior roedor da atualidade, alguém pode até lembrar que são as capivaras, que chegam a medir pouco mais de um metro de comprimento e pesar quase 100 quilos. Mas, acredite você, as capivaras são mínimas em tamanho quando consideramos seus primos pré-históricos. Um desses ratões do passado é a pacarana-gigante, batizada pelos cientistas de Josephoartigasia monesi, em homenagem ao herói nacional do Uruguai, José Artigas, e ao paleontólogo Álvaro Mones. Os fósseis desse animal foram encontrados no Uruguai, em 1987. Mas a espécie só foi oficialmente nomeada e reconhecida pela ciência 20 anos depois. Esse roedor gigante pré-histórico era quase do tamanho de um hipopótamo!

 

Fred Victor de Oliveira e Maria Clara Nascimento Costa
Departamento de Zoologia
Universidade Federal de Minas Gerais

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Floresta azul?

Debaixo d’água existe uma floresta tão importante quanto às que temos em terra firme!

Um urso pelo Brasil

Ele dominou as Américas, mas desapareceu misteriosamente

Open chat