O lado oculto da Lua

Yutu-2, um jipe mandado para a Lua vai desvendar um pouco mais desse mistério!

Ilustração Mario Bag

Na última coluna, conversamos sobre a Lua. Relembramos que ela gira em torno da Terra, mas que também é iluminada pelo Sol. Vimos ainda que a Lua nem sempre se apresenta para nós, aqui na Terra, completamente iluminada e que, a depender dessa iluminação temos as chamadas “fases da Lua”. Mas, o que você talvez não saiba ainda é que há uma parte da Lua que nós nunca vemos,o chamado lado oculto.

A pergunta é: porque esse lado está fora de nossa visão aqui da Terra? É simples: porque o tempo que a Lua leva para rodar em torno de si mesma é igual ao tempo que leva para rodar ao redor da Terra! Assim, ela nos mostra sempre um mesmo lado, iluminado ou não.

Começamos a conhecer o Lado Oculto durante a chamada “corrida espacial”, uma disputa entre os Estados Unidos e a antiga União Soviética pela exploração espacial.Em 2018, com sua missão Chang’ e-4, os chineses enviaram mais um jipinho para lá: o Yutu-2, o segundo da série (já haviam enviado um jipinho Yutuem 2013, só que para o lado visível mesmo). Além de verificar como é essa parte da Lua que não conseguimos ver aqui da Terra, eles pretendem estudar também o solo e outras características da Lua.

Hoje, os humanos sabem um pouco sobre o lado oculto da Lua porque enviamos sondas, como a Chang’e-4,que mandam imagens para a Terra. O Youtube tem alguns vídeos, como esse (youtube.com), que mostram o pouso do Yutu-2.

Nossa visão da Lua aqui da Terra depende da sua trajetória ao redor do nosso planeta. Por vezes, a Lua está um pouco “por cima” da Terra. Então, podemos ver um pouquinho mais da parte de baixo da Lua.  Por vezes, ela está “por baixo” da Terra, aí podemos ver um pouco de sua parte de cima. Às vezes ela roda ao redor da Terra um pouco mais rapidamente, outras vezes um pouco mais lentamente. Aí podemos ver um pouco mais da direita ou da esquerda…

Vemos sempre um pouquinho mais da Lua de cima, de baixo, da direita, da esquerda… O lado oculto é menos da metade da Lua e continua nos deixando curiosos: Será que existe água por lá ou não?  Por que, às vezes, a Lua fica vermelha?  Como se formou? Quanto tempo levará para que tenhamos respostas paras essas e outras dúvidas?!


Jaime Fernando Villas da Rocha,
Departamento de Física,
Instituto de Biociências,
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Sou astrônomo e, claro, um apaixonado pelos astros – a começar pelo planeta em que vivemos. Este espaço fala de como vemos o Espaço, incluindo a Terra.

Matéria publicada em 27.02.2019

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Aprendi e compreendi o texto, e achei o vídeo demais!

    Publicado em 21 de abril de 2019 Responder

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

A árvore sagrada da Amazônia

Se você pudesse fazer um pedido para 2020, o que pediria? Uma vacina para prevenir a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus? Pode apostar que esse é o sonho de muita gente pelo mundo todo. E é também o desafio de muitos cientistas! Que tal conhecer um pouco da história das vacinas e descobrir como são produzidas?