O grande “lagarto”

Ele foi descoberto num tempo em que a palavra dinossauro nem existia.

Essa reprodução feita por um paleoartista nos dá ideia de como era o megalossauro.
Ilustração Nato Gomes

Ficha Técnica

Nome: Megalosaurus bucklandii
Origem: Inglaterra (Reino Unido, Europa)
Tamanho: 9 metros de comprimento
Peso estimado: cerca de 4 toneladas
Época em que viveu: Entre 168 e 166 milhões de anos atrás (Período Jurássico)

Os únicos descendentes dos dinossauros que conhecemos atualmente são as aves. Sim, as aves são os dinossauros dos dias de hoje! Porém, nem sempre o nosso planeta foi habitado pelos mesmos animais e plantas. Durante o Período Jurássico (entre 145 e 201 milhões de anos atrás), o planeta Terra era bem diferente, tanto em sua geografia, quanto em sua fauna e flora. Naquela época, os animais que predominavam nos ecossistemas terrestres eram ninguém menos que os incríveis dinossauros não-avianos, ou seja, dos quais as aves não são descendentes. E um dos mais notáveis predadores desse período foi o megalossauro.

O nome científico Megalosaurus bucklandii foi idealizado por dois paleontólogos ingleses que o estudaram: William Buckland e Gideon Mantell, entre os anos de 1824 e 1827. O esqueleto do megalossauro era bem diferente de outros animais conhecidos no início do século 19. Uma das características que mais chamou a atenção dos cientistas foi seu enorme tamanho, daí o nome Megalosaurus, que do grego significa “grande lagarto”.


Mauro B.S. Lacerda
Pós-Graduação em Zoologia
Universidade Federal de Minas Gerais

Jonathas S. Bittencourt
Departamento de Geologia
Universidade Federal de Minas Gerais

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

O engenheiro da lama

Um mergulho no manguezal pode revelar muitas curiosidades sobre o caranguejo-uçá!

Fora da Terra

Em uma viagem fora da Terra, podemos descobrir como os satélites nos ajudam a perceber mudanças e medir a superfície do planeta.

Open chat