O cavalo isolado

Nesse jogo, a peça de xadrez está sozinha no tabuleiro, isolada. Isso te lembra alguma coisa?

Você, eu, quase todo mundo precisa ficar em casa por causa da pandemia de coronavírus e o risco de contrair a Covid-19. Para passar o tempo, acho que vale a pena contar a história do cavalo do jogo de xadrez que também ficou em isolamento social. O tabuleiro de xadrez tem 64 quadrados e 32 peças, e há uma interação social bacana entre as peças: elas se movem, saltam, se transformam e podem comer ou ser comidas.
Mas uma pandemia obrigou cada peça do jogo a ficar sozinha no tabuleiro. O cavalo, para passar o tempo e porque os médicos falaram que era bom fazer exercícios, decidiu andar pelas casas do tabuleiro. E, para não ficar entediado, ele inventou o seguinte desafio. Teria que andar por todas as casas sem passar duas vezes pela mesma casa. Para os que não sabem, o movimento do cavalo tem uma forma da letra ‘L’. A figura a seguir mostra as oito opções de movimento do cavalo.

Gráficos Marina Vasconcelos

 


pedro_roitman

Pedro Roitman,
Instituto de Matemática,
Universidade de Brasília

Sou carioca e nasci no ano do tricampeonato mundial de futebol – para quem é muito jovem, isso aconteceu em 1970, século passado! Enquanto fazia o curso de Física na universidade, fui encantado pela Matemática. Hoje sou professor.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

O misterioso peixe do São Francisco

Nas águas desse rio nada um peixe que é a cara do tamanduá!

O dia em que a cidade ficou verde

Conservar áreas verdes nas cidades é tudo de bom!

Open chat