O caipora

Lenda indígena

Ilustração Daniel Bueno

Caipora, em tupi, quer dizer ‘habitante do mato’. Reza a lenda que essa criatura protege as plantas, os animais, os rios e as cachoeiras, aparecendo sempre muito depressa para assustar qualquer estranho.

Dizem que o caipora é pequeno, cabeludo, tem a pele vermelha e um olho só. Não parece alguém que a gente tenha muita vontade de encontrar. Mas Cauê encontrou.

Cauê era um jovem indígena, um tanto rebelde, que resolveu fugir de sua aldeia para se isolar no mato. Passou a viver distante dos outros índios, longe do aprendizado de sua tribo e começou a fazer coisas erradas. Arrancava folhas, desperdiçava comida, arremessava pedras e mais pedras no rio…

Não demorou para que o caipora farejasse aquela desordem na mata. Montado em seu porco selvagem, saiu para ver o que estava acontecendo. Galopou em alta velocidade, abrindo espaço entre veados, coelhos, capivaras e outros bichos. Sentindo a presença de Cauê, os cabelos do caipora se balançaram. O índio ficou apavorado com o vento, pressentindo a proximidade do protetor da mata. Assustado, voltou correndo para a aldeia e prometeu nunca mais se afastar da sua gente.

 

*Lenda de origem indígena livremente adaptada pela CHC.

Matéria publicada em 01.04.2020

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem foi Tiradentes?

Dentista, comerciante, militar, herói ou revolucionário?

Minitornado no potinho

A imagem de um tornado, ainda que vista na tela da TV, do cinema ou em fotografia, ninguém esquece. E o que você acha de criar um minitornado dentro de um potinho?