Na cidade que liga o Brasil ao espaço!

Em Alcântara, no Maranhão, fica a base espacial brasileira

Centro Histórico de Alcântara, no Maranhão: o pelourinho lembra a triste época da escravidão no Brasil.
Foto John Jessé/Wikimedia Commons

A palavra ‘Alcântara’ vem do árabe al-Qantarat, que significa ‘a ponte’. O nome vem bem a calhar! Essa cidade, localizada no estado do Maranhão, no Nordeste brasileiro, pode ser uma ponte para ligar nosso país ao espaço. É nela que fica a base espacial brasileira, local importante para a exploração do espaço.

Alcântara está a apenas 32 quilômetros da capital maranhense, São Luís. A base possui um museu aeroespacial aberto à visitação. Na cidade, vale conhecer o centro histórico, experimentar a culinária local e interagir com a comunidade para conhecer a cultura da região.

De quebra, Alcântara ainda fica pertinho de boas praias e até de sítios arqueológicos, onde foram encontrados fósseis de dinossauros. Mas a conversa aqui é sobre foguetes: Alcântara tem um centro de lançamento!

 

Dez, nove, oito, sete…

O lugar da base espacial brasileira não foi escolhido à toa. Alcântara fica bem próxima da linha do Equador, a linha imaginária que divide o globo terrestre entre hemisfério Norte e hemisfério Sul. A localização é considerada estratégica, e torna Alcântara ideal para o lançamento de foguetes. Vamos entender por quê…

Primeiro, você precisa saber que os foguetes têm de atingir grandes velocidades para conseguirem se manter na órbita terrestre. A segunda informação tem a ver com a rotação da Terra, quer dizer, com o movimento que o planeta faz em torno de si mesmo.  Como a Terra gira em torno do próprio eixo, qualquer veículo lançado na proximidade da linha do Equador aproveita “um empurrãozinho” do planeta. A rotação da Terra dá então uma velocidade extra à velocidade inicial de lançamento de um foguete até o espaço! Essa ajuda ainda permite fazer o trajeto gastando menos combustível. E, assim, ainda podem sobrar peso e espaço para o foguete levar mais “bagagem”: partes de satélites, por exemplo!

Pois quem visita à Finlândia, pode também visitar o Papai Noel no escritório dele, em Rovaniemi, a capital da Lapônia.  Lá, ele recebe pessoas de muitos países diferentes. Quem sabe um dia você não aparece para uma visita também?

Da península para o espaço

Outra vantagem de Alcântara é que a costa marítima da península onde fica a base é bem grande. Isso é importante porque permite lançar foguetes sem que passem por cima de áreas muito habitadas.

Veja só: a principal base de lançamento concorrente de Alcântara em questão de localização fica em Kourou, cidade da Guiana Francesa, também relativamente próxima da linha do Equador. Mas ela fica perto de ilhas caribenhas. Isso significa que qualquer foguete que seja lançado de Kourou em direção ao Polo Norte passa por ilhas habitadas. Para não sobrevoar regiões onde pessoas moram, os foguetes precisariam dar mais voltas e gastar mais combustível.

Imagem aérea da base espacial brasileira, em Alcântara (MA).
Foto Agência Espacial Brasileira

Universo, aqui vamos nós!

Alcântara é considerada a base de lançamento mais bem localizada no nosso planeta! Mas falta melhorar as condições de infraestrutura da região, que ainda são precárias para grandes lançamentos.

Existe também um problema histórico. Ao redor da base de Alcântara vive uma população quilombola. Ou seja: descendentes dos negros que fugiam da escravidão no passado encontraram na região um bom local de refúgio e vivência. Essas comunidades conquistaram o direito à terra, fazem parte da nossa cultura e devem ser respeitadas. Assim, é preciso encontrar maneiras de que a existência da base traga benefícios para a vida de todos que habitam a região.

Se tudo der certo, Alcântara tem grandes chances de ser o principal espaço-porto da Terra. Pode até permitir que boa parte da conquista do sistema solar seja feita do nosso território. Já pensou no Brasil se tornando a principal ponte entre a Terra e o espaço sideral?

Corrida espacial

Pesquisadores acreditam que nesta nova década teremos uma nova era na corrida ao espaço. Cada vez mais países farão parte de um movimento que pretende explorar e colonizar o sistema solar. Há muitas atividades previstas.

Missões planejam uma volta de astronautas à Lua, por exemplo. E uma exploração em Marte! Para não perder essa viagem, mesmo países com pouca tradição na área espacial estão se juntando a outros mais avançados nesse tema.

O Brasil tem um dos programas espaciais mais antigos do mundo. Mas tivemos poucos avanços ao longo das décadas… Em 2003, um incêndio seguido de explosões causou grande destruição na base de Alcântara. Foi uma grande perda para o programa espacial brasileiro.

Hoje, o centro de “Al-Qantarat“, ou Alcântara, é uma aposta para a entrada nessa nova corrida espacial!

Lucas Fonseca,

Engenheiro espacial,
idealizador da Missão Garatéa, a primeira missão lunar brasileira

Matéria publicada em 04.02.2020

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

A árvore sagrada da Amazônia

Se você pudesse fazer um pedido para 2020, o que pediria? Uma vacina para prevenir a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus? Pode apostar que esse é o sonho de muita gente pelo mundo todo. E é também o desafio de muitos cientistas! Que tal conhecer um pouco da história das vacinas e descobrir como são produzidas?