Ipupiara

*Conto de tradição popular

Ilustração Irena Freitas

A lenda da Iara, sereia que mora no rio Amazonas e encanta a todos com sua beleza, você deve conhecer. Mas já ouviu falar no Ipupiara? Ele também é meio humano, meio peixe. Mas nada tem de encantador…

Reza a lenda que o Ipupiara tem uma cara medonha, dentes saltados para fora e capazes de cortar qualquer coisa que aparece pela frente: folha grossa, tronco de árvore e até o braço de alguém! Ui!

E não é que, certa vez, o compadre Josias teve a infelicidade de topar com esse monstro marinho? Foi lá pelas bandas do rio Amazonas. Ele seguia tranquilo em sua canoa, pela beira da água, a favor da correnteza, para garantir a pesca do dia. De repente, o barco esbarrou em um murundum. Ele pensou que fosse um peixe-boi, animal comum por aquelas bandas, e, mais do que depressa, parou o barco para prestar socorro. Ai, ai, ai…

Levantou-se da água, diante do compadre Josias, uma criatura muito maior que um ser humano, medonha! Do umbigo para baixo, tinha uma cauda de peixe, mas, no lugar das escamas, tinha espinhos. Da barriga para cima, tinha o tronco humano, mas a cabeça era larga como a de um peixe-boi e a boca, cheia de dentes pontiagudos. Tinha ainda bigodes longos e grossos, como o dos leões-marinhos. Não tinha muito cabelos, só alguns fios longos que se uniam no topo, desgrenhados.

Compadre Josias ia soltando grito de terror, mas pensou rápido e tapou a própria boca com as mãos. Apavorado, só deu tempo de puxar a corda do motorzinho do barco e sair em disparada. Ao olhar para trás, ainda viu a onda se formando atrás do barquinho – a criatura havia mergulhado fundo, não deve ter visto o compadre, que, por via das dúvidas, nunca mais foi pescar por aquelas bandas.

 

*Ipupiara é uma lenda muito antiga. Seus primeiros registros foram feitos por padres jesuítas, nos séculos 15 e 16. Segundo os indígenas descreviam, a tal criatura era um demônio das águas. Esta versão foi livremente adaptada pela CHC, que teve como fonte o livro Literatura Oral do Brasil, de Luiz da Câmara Cascudo, José Olympio Editora.

Matéria publicada em 11.10.2021

COMENTÁRIOS

  • murilo enzo fernado E.M.E.F PROFª Homera da Silva Braga 3 ano cº

    22/10/2021 sjc Olá C.H.C gostamos muito do conto da matéria do ipupiara e achamos muito interessante.
    Achamos um ótimo conteúdo e gostaríamos que vocês publicassem uma matéria sobre a formiga do fogo.

    Publicado em 22 de outubro de 2021 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Floresta azul?

Debaixo d’água existe uma floresta tão importante quanto às que temos em terra firme!

Um urso pelo Brasil

Ele dominou as Américas, mas desapareceu misteriosamente

Open chat