Gigantes em perigo!

Eles são grandes e gorduchos. Chegam a pesar 600 quilos e medir quase quatro metros de comprimento. Seria assustador encontrar com um animal assim? Que nada… Eles são dóceis! Têm mais medo de você do que você pode ter deles. Há os que vivem na água doce e os que nadam em água salgada. De quem estamos falando? Dos peixes-boi! Esses amáveis gigantes que estão correndo grande perigo de desaparecer!

Extremamente dócil, o peixe-boi está ameaçado de extinção.
Foto Edson Acioli

Nada parece aborrecer os peixes-boi. Temos a impressão de que estão sempre tranquilos, porque nadam de forma lenta quando estão se alimentando. Mas, se precisam fugir, tratam de acelerar. Esses mamíferos aquáticos respiram de forma bem tímida, colocando apenas as narinas para fora da água. Por isso é tão difícil que alguém consiga vê-los!

No Brasil, existem duas espécies de peixe-boi: o da Amazônia, que vive na região Norte; e o marinho, que habita águas costeiras da região Nordeste – foi esse que os marinheiros de Pedro Alvares Cabral avistaram, em 1500, e disseram; “ele tem orelhas do tamanho dos braços!”.

 

Alexandra Costa
Instituto Bicho d’água: Conservação Socioambiental

Iran Normande
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)
Resex Marinha da Lagoa do Jequiá

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Nandaia

Siriri/Dança tradicional (domínio público)

Microrganismos soltam pum?

Microrganismos são seres microscópicos que vivem em todos os lugares do nosso planeta. São tão pequenos que nós não conseguimos enxergá-los. Mas que tal um experimento para observar esses microrganismos se alimentando e, como dizer?..., soltando pum?!