Folclorista!

Ilustração Jaca

Observar uma festa junina, um frevo ou um bloco de carnaval. Isso lá é trabalho? Claro que pode ser! Quem observa essas festividades com o objetivo de estudar o conjunto das tradições e costumes que marcam a identidade de um povo é o profissional especializado em folclore – ou folclorista!

Em um país gigante com o Brasil, que reúne pessoas com as mais diferentes origens, não faltam festividades para serem estudadas. Da festa da uva, do sul do país, ao

bumba-meu-boi, do Maranhão, passando pelo maracatu, de Pernambuco, há muito a ser visto. Além disso, compreender a origem de histórias fantásticas ou lendas, como a do saci-pererê, a da mula-sem-cabeça ou a do curupira também faz parte do trabalho dos folcloristas.

Para entender um pouco mais sobre essa especialidade, a CHC foi conversar com a folclorista, historiadora, professora e fotógrafa Reinilda Oliveira. Entre os muitos trabalhos que realiza, ela se dedica a observar e estudar as danças, histórias e tradições do povo maranhense.

Reinilda_vouser291 (1)
Divulgação

Ciência Hoje das Crianças: O que é folclore?

Reinilda Oliveira: Folclore é um termo muito utilizado e difícil de definir. Muitas vezes usamos para falar de lendas e mitos nacionais, como o lobisomem e o bicho-papão. Mas, de modo geral, são tradições populares que podem ser lendas, mitos, danças e costumes, que são passados de geração em geração e formam a identidade de um povo.

 

Thayuan Leiras,
Jornalista,
Especial para a CHC.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Congadas e outras festas populares!

As celebrações vêm da África, mas a alegria é tradição do Brasil

O castelo faz 100 anos!

Na cidade do Rio de Janeiro, bem na margem da Avenida Brasil, existe um castelo. Nele não moram reis, rainhas, príncipes ou princesas. Se existe alguém reinando por lá, é a Ciência!