Dinheiro na mão é vendaval

Já pensou em como nosso cérebro entende os ditados populares?

Ilustração Walter Vasconcelos

Você já deve ter ouvido por aí a expressão “dinheiro na mão é vendaval”. Ela se tornou muito popular na década de 1970, por conta do refrão de uma música de Paulinho da Viola (pesquise e ouça!). Na voz do povo, a expressão passou a significar algo como “ganhar e gastar imediatamente”. Mas, para neurociência, o que pode estar por trás do desejo incontrolável de uma pessoa?

 


priscila
ellen

Priscilla Oliveira Silva Bomfim
& Elenn Soares Ferreira

Núcleo de Pesquisa, Ensino, Divulgação e Extensão em Neurociências (NuPEDEN) Universidade Federal Fluminense

“Sou uma pesquisadora apaixonada pelo cérebro e aqui vamos conversar sobre a (neuro) ciência dos ditados populares”.

Elenn Soares Ferreira é minha convidada da vez. Trabalhamos e escrevemos juntas, o que é sempre um prazer!

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Floresta azul?

Debaixo d’água existe uma floresta tão importante quanto às que temos em terra firme!

Um urso pelo Brasil

Ele dominou as Américas, mas desapareceu misteriosamente

Open chat