Como diz o ditado…

É provável que alguém já tenha lhe acordado com a frase: “Deus ajuda quem cedo madruga”, para fazer você sair da cama e ir à escola naquele dia em que a preguiça tinha o dobro do seu tamanho! Ou podem ter dito que “mentira tem perna curta”, quando quiseram pegar você em alguma história que não tinha como ser verdade. E “saco vazio não para em pé”? Essa fala quer dizer que sem comer a gente não tem energia para fazer nada! Apesar de sempre ouvirmos essas sentenças por aí, dificilmente alguém se pergunta o que elas são ou de onde vieram. Vamos descobrir?

Ilustrações Jaca

Os ditados ou provérbios populares são frases prontas e fixas que carregam muito mais que suas poucas palavras: eles são alertas para as mais diferentes situações das nossas vidas. Justamente por isso, são passados de geração em geração. Os avós falam, os pais falam e, em algum momento, a gente se pega falando também!

Nem sempre é possível descobrir a origem de cada um desses ditados, mas se há algo que podemos falar sobre todos eles é que há sempre algum conhecimento por trás: quem fala pretende fazer com que quem ouve aja da melhor forma no dia a dia!

Exemplos? Temos!

Se dizem “em boca fechada, não se entra mosca”, querem ensinar que, muitas vezes, o melhor que temos a fazer é não nos metermos em situações com as quais não temos a ver, ou seja, dar opiniões que não foram pedidas.

Com “é dando que se recebe”, aprendemos que devemos ser generosos em vez de egoístas, porque é praticando a generosidade que ganhamos de volta essa benevolência.

Já o “não adianta chorar pelo leite derramado”, pretende mostrar que é melhor superarmos algo ruim que aconteceu conosco em vez de insistirmos em sofrer – afinal, o que passou, passou, e não há nada que se possa fazer para mudar um acontecimento passado.

As origens

Embora seja difícil descobrir de onde vieram os ditados, ou quando passaram a fazer parte da linguagem do dia a dia, é sempre possível desvendar seus significados de forma intuitiva. Em outras palavras: a gente ouve e, imediatamente, entende a mensagem.

Mas é claro é que há estudos sobre o assunto. Historiadores ingleses, por exemplo, garantem que os ditados e provérbios populares estão em todas as sociedades e são pronunciados por qualquer pessoa, em qualquer idade, dos mais ricos aos mais pobres. Isso explica por que você já ouviu ditados populares dos seus responsáveis, dos seus professores, dos seus colegas, e assim vai!

Pesquisas sobre o assunto mostram também que, desde a antiguidade, ou seja, desde que a escrita foi inventada, a humanidade faz uso de ditados e provérbios para passar às novas gerações valores considerados importantes para a sua sociedade.

 

Vem da Bíblia

Não podemos esquecer que, por conta dos valores religiosos de alguns países, algumas passagens da Bíblia se tornaram provérbios famosos. Por exemplo: “a César o que é de César, a Deus o que é de Deus” é um ditado muito popular e significa que a cada um deve receber o que lhe cabe.

Muitas crenças cristãs se tornaram provérbios também. Já ouviu que “a voz do povo é a voz de Deus”? Pois esse ditado defende a ideia de que a vontade da maioria representa a vontade de Deus. E “mente vazia, oficina do Diabo”, você consegue decifrar? Esse passa a ideia de que a falta de ocupação leva as pessoas a ter pensamentos ruins.

 

Vem da história

Você já deve ter notado que os ditados populares têm as origens mais variadas. E alguns deles viajam o mundo! Quer exemplo? Com certeza, bem na hora de contar um segredo, você já ouviu que “as paredes têm ouvidos”. Pois essa expressão significa que sempre pode ter alguém escutando algo que você está dizendo, apesar de você não perceber. Supõe-se que esse ditado tenha cerca de 500 anos e seja da época em que Catarina de Médicis, durante o período em que foi rainha da França, abriu buracos nas paredes para ouvir o que os outros estavam dizendo em seu castelo.

“As paredes têm ouvidos” é um ditado que existe de forma similar na China, na França e na Alemanha. A tradução seria algo como: “As paredes têm ratos, e ratos têm ouvidos”. É esse o poder de um alerta ou um ensinamento: caminhar por várias culturas diferentes quase que com as mesmas palavras.

Impossível não reproduzir

Podemos dizer que o interessante dos ditados populares é que eles vêm de todos os lugares e nos acompanham desde muito cedo em nossas vidas. Seja por acreditar ou por ouvir incontáveis vezes, em algum momento, quando desejarmos passar um ensinamento adiante ou aconselhar alguém sobre alguma coisa importante, pode apostar que vamos soltar um ditado ou um provérbio.

Essas expressões muitas vezes podem ser entendidas ao pé da letra, mas em outras situações podem fazer a gente ter de pensar um pouco para compreendê-las. Seja como for, acredite, quanto mais topamos com os ditados por aí, mais passamos a usá-los. Afinal… “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”!

Aumente a lista

Depois dessa conversa sobre os ditados populares, que tal uma brincadeira com eles em família ou entre amigos? O desafio é completar os ditados a seguir! Depois, quem quiser, também pode fazer a lista crescer e ainda correr atrás do significado de cada um. Vamos lá?

  • Mais vale um pássaro na mão…
  • Cão que ladra…
  • Gato escaldado…
  • Quem semeia vento…
  • Uma andorinha só…
  • A pressa é…

Isabella Louise Ramos de Assis,
Faculdade de Letras
Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Matéria publicada em 01.08.2022

COMENTÁRIOS

  • sueli pereira

    MUITO BOM …. ADOREI

    Publicado em 1 de agosto de 2022 Responder

    • Romeu

      Gostei das materias

      Publicado em 13 de agosto de 2022 Responder

  • Helena

    Adorei !!! Agora sei o que e um ditado e um provérbio

    Publicado em 1 de agosto de 2022 Responder

  • Vitória Batista

    Gostei muito desta matéria, porque me ajudou a entender as diferenças entre ditados e provérbios.
    Vitória Batista, 8 anos.
    Maricá- Rj

    Publicado em 1 de agosto de 2022 Responder

  • Sara

    Adorei, mas queria saber o significado das palavras mais difíceis

    Publicado em 3 de agosto de 2022 Responder

  • Enzo

    Muito bom 👍👍👍👍👍👍👍👍👍👍 saik 100%!!!! eu gostei!!!! Prof sanik – Enzo 9 anos

    Publicado em 3 de agosto de 2022 Responder

  • Helena Carvalho

    Gostei muito de ler isso 👍👍👌-9 anos

    Publicado em 4 de agosto de 2022 Responder

  • João Lucas Dos Santos

    Gostei muito do texto.

    Publicado em 4 de agosto de 2022 Responder

  • Nayane Vitória da Silva

    Eu achei que tudo àquilo na matéria é verdade.
    Mais eu não tinha conhecimento do sentido das frazes! Muito interessante.

    Publicado em 6 de agosto de 2022 Responder

  • Williane Estephany Rodrigues da Silva

    ACHEI QUE TODOS OS TEXTOS SÃO MUITOS BONS E INTERESSANTE O QUE EU ACHEI MAIS INTERESSANTE FOI FORA DA TERRA.
    POR QUE NOS DESCOBRIMOS QUE SATÉLITES AJUDAM A MEDIR A SUPERFÍCIE DA TERRA

    Publicado em 6 de agosto de 2022 Responder

  • Williane Estephany Rodrigues da Silva

    ACHEI QUE TODOS OS TEXTOS SÃO MUITOS BONS E INTERESSANTE O QUE EU ACHEI MAIS INTERESSANTE FOI FORA DA TERRA .
    POR QUE NOS DESCOBRIMOS QUE SATÉLITES AJUDAM A MEDIR A SUPERFÍCIE DA TERRA

    Publicado em 6 de agosto de 2022 Responder

  • Nayane Vitória da Silva

    EMTi São Sebastião

    Eu acheiqui tudo àquilo na matéria é verdade que.
    Tudo tem osiguinificado muito grande muitas ,
    Mães usa esas palavra para ensina o ensino fundamental navida da criança pra ela ou ele é
    frases de potencial muito grande para muitas
    gente.

    7 de agosto de 2022

    Publicado em 7 de agosto de 2022 Responder

  • Henrique

    Muito legal mas estou lendo a seis minutos hahahah

    Publicado em 7 de agosto de 2022 Responder

  • Williane Estephany Rodrigues da Silva

    EMTI SÃO SEBASTIÃO
    JABOATÃO DOS GUARARAPES
    8/AGOSTO DE 2022
    PROF. KARINE PORTUGUÊS

    AO EDITOR

    GOSTEI MUITO DE TODOS OS TEXTOS PRINCIPALMENTE DO COMENTÁRIO FORA DA TERRA .
    E MUITO INTERESSANTE POR QUE NOS DESCOBRIMOS QUE SATÉLITES AJUDAM A MEDIR A SUPERFÍCIE DA TERRA E GOSTARIA DE PARABRISA AOS EDITORES DESTES TEXTOS.

    ATENCIOSAMENTE.

    W.S

    Publicado em 8 de agosto de 2022 Responder

  • ESTUDANTANDES DO 5O ANO A, DA EMEF. DEP. CAIO SERGIO POMPEU DE TOLEDO.

    BOM DIA,

    NÓS ESTUDANTANDES DO 5O ANO A, DA EMEF. DEP. CAIO SERGIO POMPEU DE TOLEDO. GOSTAMOS MUITO DESTA ATIVIDADE.

    Publicado em 15 de agosto de 2022 Responder

  • Jayo nara Mychele da Silva Teixeira

    Olá, Equipe da Revista CHC!

    O artigo sobre os ditados populares agregou bastante aos meus conhecimentos.
    Sou professora do 3º ano (E. M. Professor Laércio Fernandes Monteiro, Natal – RN).

    Publicado em 15 de agosto de 2022 Responder

  • 4º Ano E.F. E.E. Jardim Santa Lídia

    Somos os alunos do 4º ano D, da escola E.E. Jardim Santa Lídia , na cidade de Guarulhos.
    Lemos a reportagem com a Professora Adriana.
    Gostamos da reportagem, e descobrimos o que são os ditados populares.

    Publicado em 16 de agosto de 2022 Responder

  • livia

    e materia e muito boa gostei

    Publicado em 16 de agosto de 2022 Responder

  • Maitê

    ADOREI !!!!! ,mas acho que devia ter mais ditados.

    Publicado em 16 de agosto de 2022 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Viajar também é ciência

Você já ouviu falar em viajante-naturalista? Aceita o nosso convite para conhecer alguns desses profissionais?

Quanto menor o escorpião, mais forte o veneno?

Para encontrar a resposta, é preciso uma investigação científica!

Open chat