Folclore português

Ilustração Mariana Massarani

Em uma caverna, no meio da mata, vive uma velha malvada com corpo de humano e cabeça de jacaré. Ou seria corpo de jacaré e cabeça humana? Não importa. Ela é a Cuca, que todos nós conhecemos bem…

Nana, neném,
Que a Cuca vem pegar.
Papai foi pra roça.
Mamãe foi trabalhar.

A Cuca nunca dorme. Aliás, dizem que dorme uma única noite a cada sete anos. Está sempre alerta, fazendo poções para o mal em seu imenso caldeirão. Dizem que, à noite, ela sai da sua gruta para ficar nos telhados das casas, ouvindo aquela canção de ninar. Se a criança não dorme, ela pode vir pegar.

Melhor não arriscar. Fechar os olhos para adormecer depressa. E avisar a quem puder:

Cuidado com a Cuca,
Que a Cuca te pega.
Te pega daqui!
Te pega de lá!

 

Pelos registros históricos, a lenda do Cuca foi trazida para o Brasil pelos portugueses. Esta é uma livre adaptação da CHC para comemorar o mês do folclore com você!

Matéria publicada em 20.08.2019

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Balé afro-brasileiro

Conheça Mercedes Baptista, a primeira bailarina negra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Fala Aqui!

Este é o espaço para você falar com a CHC! Pergunta que a gente responde!