Antropo… o quê?

A história da Terra começou há 4,6 bilhões de anos, quando o planeta surgiu. De lá para cá, muita coisa se passou: os mares e os continentes se formaram, houve épocas de muito frio e de muito calor, os seres vivos surgiram e se espalharam… Para contar essa história longa, os cientistas resolveram dividi-la em “capítulos” – o mais recente está prestes a ser incluído nos livros. Seu nome? Antropoceno.

Os 4,6 bilhões de anos de nosso planeta podem ser divididos em eras. As eras, por sua vez, são divididas em períodos e os períodos, em épocas. Assim, podemos dizer, por exemplo, que os dinossauros surgiram na era Mesozoica, no período Triássico, na época Superior. Atualmente, estamos na era Cenozoica, no período Quaternário. Quanto à época, até agora dizíamos ser o Holoceno, mas é isso mesmo que a ciência está prestes a mudar com a inclusão do Antropoceno.

Desde o surgimento da humanidade, a Terra passou por diversas mudanças, como o desaparecimento de florestas e alterações no clima. (foto: Nasa/Wikimedia)

Desde o surgimento da humanidade, a Terra passou por diversas mudanças, como o desaparecimento de florestas e alterações no clima.
(foto: Nasa/Wikimedia)

O Holoceno começou 11,7 mil anos atrás, após o último período glacial ou Era do Gelo. Você pode imaginar como o mundo era diferente naquela época: para começar, a espécie humana (surgida há aproximadamente 150 mil anos, na era Cenozoica, no período Quaternário, na época Pleistoceno) ainda não modificava com tanta intensidade o seu hábitat.

Mas a ação do homem sobre o planeta é a marca do Antropoceno – vem daí o seu nome, pois anthropo significa “humano”, em grego, e ceno quer dizer “novo”, na mesma língua. A proposta de criação dessa nova época na história da Terra baseia-se na maneira como o planeta se modificou nos últimos séculos: florestas foram desmatadas, bombas foram detonadas, e até a configuração de rios e lagos foi modificada. É ou não é uma tremenda mudança?

Se o Antropoceno começou, quando foi?

Para ser considerado oficialmente um novo capítulo da história da Terra, o Antropoceno precisa ocorrer ao mesmo tempo em todo o planeta e apresentar evidências que reflitam seus limites em relação ao período anterior. Por exemplo, a ação humana espalhou plásticos e outros poluentes, influenciou a distribuição de espécies animais e perfurou poços profundos para explorar petróleo, deixando marcas em sedimentos e rochas marinhos. Nisso os cientistas, em geral, concordam.

Escala do tempo geológico da Terra, incluindo o Antropoceno (em vermelho) logo após a época atual – o Holoceno. (gráfico: Luiz Baltar)

Escala do tempo geológico da Terra, incluindo o Antropoceno (em vermelho) logo após a época atual – o Holoceno. (gráfico: Luiz Baltar)

O grande desafio, agora, é estabelecer de maneira exata quando o Antropoceno começou. Há muitos pesquisadores se debruçando sobre essa questão, incluindo geólogos, paleontólogos, biólogos, botânicos, oceanógrafos, meteorologistas e cientistas sociais. “Todas as épocas da história geológica da Terra foram definidas com precisão pela União Internacional de Ciências Geológicas”, disse à CHC a oceanóloga Juliana Assunção Ivar do Sul. Precisamos fazer o mesmo com o Antropoceno.

Alguns acreditam que essa nova época começou junto com a Revolução Industrial, no século 18, quando a população humana atingiu um bilhão de pessoas e o funcionamento das fábricas aumentou significativamente a concentração de gás carbônico na atmosfera. Outros, que o marco do início do Antropoceno é bem anterior, datando de milhares de anos, e deve considerar os primeiros impactos do homem sobre a Terra – como a caça e o desmatamento para atividades agrícolas. Por fim, há quem acredite que o Antropoceno começou na metade do século 20, quando as mudanças causadas pelo homem tomaram um ritmo mais acelerado, em especial após a Segunda Guerra Mundial e a explosão de bombas atômicas que deixaram marcas na crosta terrestre.

O martelo deve ser batido ainda em 2016, quando muitos cientistas dedicados ao assunto estiverem reunidos no Congresso Internacional de Geologia, que acontecerá na Cidade do Cabo, na África do Sul. O que será que eles vão decidir?

Para Juliana, o que importa é reforçar a importância da ação humana sobre o planeta. “O Antropoceno é resultado da intensa e profunda influência do homem sobre a Terra. É importante que ele seja reconhecido oficialmente para que todos tenham noção do tamanho dessa influência e das consequências associadas a ela”, argumenta.

Matéria publicada em 24.02.2016

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Qual foi o primeiro período?

    Publicado em 11 de agosto de 2018 Responder

  • Ana Vitória Perrucci

    O nosso planeta tem uma camada de ozônio!

    Publicado em 10 de junho de 2020 Responder

  • Miguel Alexsander Quispe Serrano

    Planeta terra começou á 4,6 milhões de anos é os mares e os continentes se formaram, houve épocas de frio é de muito calor, os seres vivos surgiram e se espalharam.
    O holocenco começou á 11,7 milhões de anos atrás, após o último período glacial ou a era do gelo.
    A espécie humana (surgida há aproximadamente 150 mil anos, na era cenozoica, no período quaternário, na época pleistociano) mas a ação do homem sobre o planeta é a marca do antropocelo – vem de lá que vem o seu nome, pois anthropo significa “humano”, em grego, e ceno quer dizer que “novo”, na mesma língua.
    A configuração de rios e lagos foi modificada.
    É ou também não é uma tremenda mudança.

    Publicado em 10 de julho de 2020 Responder

  • gabriel

    intereçante

    Publicado em 15 de julho de 2020 Responder

  • Laís caldeira

    Olá CHC!
    Eu me chamo Laís ,tenho onze anos e estou no quinto ano da escola Maria Luiza Vasques.
    Gostei muito dessa matéria,aprendi muito sobre a Terra! Parabéns!
    Gostaria de uma matéria sobre os ” Astros do Universo”.
    Obrigada.Aguardo a resposta. Laís caldeira. Jacareí/SP

    Publicado em 14 de agosto de 2020 Responder

  • Felipe

    E u gosto da terra bastande porque tem muitos paises e mares

    Publicado em 28 de agosto de 2020 Responder

  • valentina

    nosa È tancrande

    Publicado em 22 de abril de 2021 Responder

  • manuella .s

    olà chc aqui é a manu, eu tenho 8 anos e estudo no colégio ético amei aprender com vcs tbm, novas linguas e etc enfim amei sua noticia muito interessante thau chc.

    um abraço da manu

    Publicado em 21 de maio de 2021 Responder

  • ISABELLA .S

    olá chc aqui é a isa eu tenho 8 anos ,e estudo no colégio ético e eu adorei a revistinha de vcs e bem legal e interessante thau chc

    um abraço isa

    Publicado em 24 de maio de 2021 Responder

  • Pedro Arthur

    UAU EU APRENDI MUITA COISA ADOREI ESTA REVISTA

    Publicado em 8 de agosto de 2021 Responder

  • Pedro Arthur

    Uau eu aprendi muita coisa.Nossa a terra ten muitos anos.

    Publicado em 8 de agosto de 2021 Responder

  • Vinícius F :3

    A terra é coberta por crosta manto e nucléo e sem a terra no centro da própia terra , a terra ia ser coberta por 100 % agua em baixo ! e ia ser mais difícultado para achar minerios RAROS!

    Inf: só tenho 8 anos ;-;

    Publicado em 10 de agosto de 2021 Responder

  • Pedro Arthur

    Muito interessante está revista da CHC

    Publicado em 13 de agosto de 2021 Responder

  • Lavinia maria

    Ola, chc meu nome e Lavínia, estudo no colégio castelo e achei muito interessante a revista mais tenho duvidas, como q a terra tem 4,6 bilhões de anos sendo que n existe nenhuma maquina capaz de comprovar isso porque isso e quase impossível porque n existem maquinas desse nível.

    Publicado em 10 de outubro de 2021 Responder

Responder Cancelar resposta

Catarina Chagas

Desde criança gosto de ler, inventar histórias e descobrir novidades. Cresci e encontrei um trabalho em que posso fazer tudo isso.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat