Um monstro chamado raiva

Já sentiu raiva? Não? Ainda bem. Ô sentimento danado – parece um monstro! Nasce bem pequeno, como todos os monstros, mas vai crescendo, crescendo e se alimentando de qualquer coisa.

Tudo irrita a raiva. Ela fica raivosa com alguém conversando, se exercitando, namorando, se divertindo… Vai aumentando e engolindo tudo que possa fazer alguém feliz. Chega um ponto em que a raiva está tão grande, mas tão grande, que muda até de nome: vira fúria ou cólera. De tão enorme, pode explodir. Ui, que medo!

Ainda bem que existe algo que pode acalmar essa raiva raivosa e limpar o estrago que ela faz. Sabe o que é? Leia e descubra:

arte_ARaiva_prova03.indd

A raiva
Texto de Blandina Franco
Ilustrações de José Carlos Lollo
Pequena Zahar

Matéria publicada em 15.01.2015

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Diná

Sou uma dinossaura antenada, criativa e apaixonada por música, livros e cinema. Tem gente espalhando por aí que sou apaixonada também pelo Rex, mas alto lá! Ele é o meu melhor amigo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat