Quitute natalino

Animada com a chegada do Natal, Diná teve a ideia de presentear seus amigos com algo que ela mesma preparasse. Como Rex e Zíper são bem gulosos, resolveu que a surpresa seria comestível! Foi atrás de sua tia, uma velha dinossaura cozinheira de mão cheia, e arranjou uma receita rápida e fácil. E você, quer tentar também? Vamos lá!

Primeiro, os ingredientes:

Para a massa:

– 2 ovos;

– 2 xícaras de farinha de trigo;

– 1 xícara de açúcar;

– 1 colher de chá de manteiga;

– 1 xícara de leite;

– 1 colher de sopa de fermento.

Para o recheio:

– 100g de nozes picadas;

– 2 maçãs;

– 100g de passas sem caroço;

– 1 xícara de açúcar misturado com canela.

Agora, coloque seu avental e mãos à obra!

1.    Em uma vasilha, bata a manteiga, o açúcar e os ovos até formar uma massa bem lisa. Acrescente a farinha, o leite e o fermento. Misture bem e reserve.
2.    Peça a ajuda de um adulto ou use uma pequena faca sem ponta para descascar e picar as maçãs em cubinhos. Depois, em outra vasilha, misture a maçã picada, as passas, as nozes e o açúcar com canela até formar uma espécie de farofa. Reserve.
3.    Com manteiga e farinha de trigo, unte algumas formas grandes para empada. Em seguida, coloque um pouco de massa em cada forma, um pouco de recheio e complete com mais massa. Cuidado para não encher demais as forminhas! Deixe um espaço para o bolo crescer.
4.    Peça novamente a ajuda de um adulto para acender o forno para você. Asse os bolinhos em temperatura média, até que fiquem douradinhos.
5.    Depois que os bolinhos esfriarem, é só desenformar e arrumar em uma travessa. Para a decoração, use nozes e passas. Você pode, ainda, polvilhar os bolinhos com açúcar e canela. Bom apetite!

O que faz o bolo crescer no forno?

 

O responsável é o fermento. Misturado com os outros ingredientes, ele reage liberando gás carbônico (aquele das bolhinhas de refrigerante!). Quando colocamos a massa no forno, as partículas desse gás tendem a se afastar umas das outras, tentando escapar. Como a massa vai aos poucos tornando-se sólida, a única maneira que as partículas de gás carbônico encontram para escapar é formando pequenos “túneis” – os buraquinhos que deixam a massa crescida e fofa.

O fermento químico em pó, usado nessa receita, tornou-se popular em 1898, quando o farmacêutico alemão Rudolf Oetker começou a vendê-lo para donas-de-casa. Ele também é conhecido como fermento de dupla ação, porque libera gás carbônico em duas etapas: a primeira, quando o fermento entra em contato com a água presente na massa e, a segunda, no forno, pela liberação de calor.

Existe, ainda, o fermento biológico, formado por células vivas da levedura Saccharomyces cerevisiae e usada na fabricação de pães e massas de pizza. A reação é outra, mas o objetivo é o mesmo do fermento em pó químico: produção de gás carbônico para deixar a massa fofinha.

Saiba mais sobre a ação do fermento e o crescimento das massas na CHC 90 e na CHC 138.

 

 

Matéria publicada em 24.12.2016

COMENTÁRIOS

  • giovanna gadelha jardim

    adorei 😍😍😍😍🤩🤩🤩🤩

    Publicado em 24 de julho de 2020 Responder

  • Janayna Santos de Souza

    24 de julho ou seja ontem agora eu sei q tem muita gente vendo o CHC

    Publicado em 25 de julho de 2020 Responder

    • ALICE DALCIM

      E MESMO

      Publicado em 14 de agosto de 2020 Responder

  • ALICE DALCIM

    GENTE ADOREI

    Publicado em 14 de agosto de 2020 Responder

  • João Gabriel

    Uaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaau. Ameeeeeeeei!😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍

    Publicado em 30 de setembro de 2020 Responder

  • Milena Fernandez

    Adorei a receita vamos fazer com certeza beijos e abraços

    Publicado em 25 de outubro de 2020 Responder

  • Cecília Felício

    QUE DELÍCIAAAAAAAAAA!!!
    NHAM-NHAM!

    Publicado em 9 de novembro de 2020 Responder

  • Cecília Felício

    QUE DELÍCIAAAAAAAAAA!!!
    NHAM-NHAM!
    VAI SER MUITO DIVERTIDO PREPARAR

    Publicado em 9 de novembro de 2020 Responder

  • isabella

    parece bem gostoso mesmo com sertesa vou fazer

    Publicado em 25 de novembro de 2020 Responder

  • isabella viana

    parece bem gostoso mesmo com sertesa vou fazer

    Publicado em 25 de novembro de 2020 Responder

  • Beatriz Delecrode Silva Couto

    Ai deu uma saudade do natal que delicia NHAM_NHAM parece muito mais muito bom vou pedir minha mae para fazer isso no NATAL aiii to muito ansiosa parece uma delicia

    Publicado em 19 de maio de 2021 Responder

    • João Vitor

      Que porcaria vocês burros não sabem eu preparei era horrível tinha gosto de maracujá podre,laranja podre e limão podre eca horrível

      Publicado em 28 de maio de 2021 Responder

  • dog

    volta natal

    Publicado em 28 de junho de 2021 Responder

  • dog

    DINÁ faz pra mim plis !!

    Publicado em 28 de junho de 2021 Responder

  • dog 💗 cat 💗 bird 💗 alua 💗 beatriz

    oie aviso pra 2025 neste ano pesquisem bia chanel / sei la como escreve/

    Publicado em 1 de julho de 2021 Responder

  • Pedro e Luis

    Eu me chamo Pedro. E meu amigo se chama Luis. A gente gostou muito dessa experiencia!É bem seguro sem perigo algum, mas mesmo assim devemos ter auxilio de algum responsável

    Publicado em 28 de março de 2022 Responder

Envie um comentário

Diná

Sou uma dinossaura antenada, criativa e apaixonada por música, livros e cinema. Tem gente espalhando por aí que sou apaixonada também pelo Rex, mas alto lá! Ele é o meu melhor amigo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat