Por que temos sobrenomes?

Silva, Oliveira, Faria, Ferreira… Todo mundo tem um sobrenome e temos de agradecer aos romanos por isso. Foi esse povo, que há mais de dois mil anos ergueu um império com a conquista de boa parte das terras banhadas pelo Mediterrâneo, o inventor da moda. Eles tiveram a ideia de juntar ao nome comum, ou prenome (do latim praenomen), um nome (ou nomen). Por quê? Porque o Império Romano crescia e eles precisavam indicar o clã a que a pessoa pertencia ou o lugar onde tinha nascido.

(ilustração: Marcello Araújo)

(ilustração: Marcello Araújo)

Com a decadência do Império Romano, essa prática foi se enfraquecendo até que, na Idade Média, os sobrenomes caíram em desuso e as pessoas passaram a ser chamadas apenas pelo seu prenome. Eu, por exemplo, seria apenas Raquel nessa época. Que grande confusão isso deveria causar, não é mesmo? Imagine quantas outras pessoas com o nome “Raquel” não deviam existir? Por isso mesmo, os sobrenomes voltaram a ser usados e passaram a ser obrigatórios no século 11. Assim não tinha mais como confundir uma Raquel Pereira com uma Raquel Valença, e isso era muito importante na hora de cobrar impostos das pessoas certas e evitar casamentos entre pessoas da mesma família.

Novamente, os sobrenomes não foram inventados do nada. Os homens passaram a escolher sobrenomes que tinham a ver com o seu local de origem – Coimbra é um caso destes – ou para confirmar o parentesco – o sobrenome Fernandes, por exemplo, significa ‘filho do Fernando’. Outros escolheram sobrenomes que se referiam a características físicas e de personalidade, como Louro, Calvo e Severo. Também tiveram houve aqueles que adotaram sobrenomes ligados a atividades desenvolvidas pela família, como é o caso de Ferreira que, provavelmente, é uma referência à profissão de ferreiro.

O costume de usar sobrenomes se mostrou muito útil, foi se espalhando pela Europa, pelas colônias europeias e, depois, pelo mundo. Hoje não dá mais para imaginar alguém sem sobrenome, está na carteira de identidade, na ficha que preenchemos na matrícula da escola e em tantos outros documentos importantes, é ou não é?

 

Rachel Valença
(Esta é uma reedição do texto publicado na CHC 254.)

Matéria publicada em 22.01.2016

COMENTÁRIOS

  • MAURÍCIO HILGEMANN

    que chatuuuu

    Publicado em 10 de junho de 2020 Responder

    • Thalita Marques dos Santos

      não é chato agente aprende lendo não ouvindo

      Publicado em 12 de março de 2021 Responder

  • fernando

    muito legal não é chato

    Publicado em 12 de junho de 2020 Responder

    • Alex calvo

      Exato

      Publicado em 23 de março de 2021 Responder

  • ELDER

    coloca estorinha

    Publicado em 22 de junho de 2020 Responder

  • Lucas Henrique Reis Vieira

    Obrigado! Amei.

    Publicado em 25 de junho de 2020 Responder

  • jacintopinto

    tenks you for meda cola =D

    Publicado em 18 de julho de 2020 Responder

  • Júlia Sayuri Mendes Yang

    EU ACHEI BEM LEGAL E ENTEREÇANTE, POR QUE FALA BASTANTE SOBRE ONDE ELE FOI CRIADO, POR QUE FOI CRIADO E ETC… EU TAM BEM AMEI O SITI DO CHC POR QUE FALA BASTANTE COISA LEGAL E ENSINA BASTANTE COISA E TAM BEM QUERIA QUE FIZECEM A SEGUNDA PARTE DESSE ASSUNTO. É BEM LEGAL EU GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE OS SOBRENOMES.

    Publicado em 31 de agosto de 2020 Responder

  • Davi da Silva Caldeira

    Entendi que o sobrenome veio através do povo romano resolveram fazer dessa forma para saber quantas pessoas morava no lugar

    Publicado em 31 de agosto de 2020 Responder

  • isabela

    Que legal

    Publicado em 29 de setembro de 2020 Responder

  • Valentinna Nassif de Araújo

    Legal.
    A Valentinna entendeu que os nomes têm sobrenome e que o seu sobrenome Nassif veio da família da mamãe e Araújo veio da família do pappai.

    Publicado em 1 de outubro de 2020 Responder

  • Andrielly De Carvalho Luiz

    Andrielly entendeu que tem dois sobrenomes Carvalho e luiz

    Publicado em 1 de outubro de 2020 Responder

  • Andrielly De Carvalho Luiz

    Andrielly e tem dois sobrenomes Carvalho e luiz

    Publicado em 1 de outubro de 2020 Responder

  • Felipe

    Tema ok. Texto fraco, português errado, escrita errada. Indicar esse texto como referência de trabalho escolar….sem comentários.

    Publicado em 4 de outubro de 2020 Responder

  • Lucio

    Muito legal bem interessante

    Publicado em 22 de novembro de 2020 Responder

  • cbd oil washington dc

    UlBOx4 Looking forward to reading more. Great blog.Thanks Again. Cool.

    Publicado em 22 de dezembro de 2020 Responder

  • Lucas leandro

    Muito enportante o sobrenome para não confundir as pessoas umas com as outras

    Publicado em 11 de março de 2021 Responder

  • Lucas leandro

    Muito enportante o sobrenome para não confundir as pessoas

    Publicado em 11 de março de 2021 Responder

  • Moisés de Aguiar Borges

    Foi o que imaginava também tem outras vertentes como exemplo os sobrenomes dos médicos que fizeram os partis homenagens

    Publicado em 3 de janeiro de 2022 Responder

  • THAISE SANTIAGP

    VAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEU ajudou bastante a escrever minha historinha no wattpad tamo junto

    Publicado em 15 de março de 2022 Responder

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat