Moscas em garrafa

Cientistas mirins, preparem-se! Para aqueles que ficaram empolgados com a história dos pesquisadores que encontraram uma mosaca mutante , chegou o momento de transformar a sua casa em laboratório e pesquisar esses insetos! Você vai aprender a preparar garrafas para criar moscas e, com certeza, vai se divertir um bocado observando as características desses insetos!


É provável que você já a tenha visto sobrevoando bananas na fruteira. Afinal, a drosófila, também conhecida como mosca-da-banana, adora essa fruta! Mas essa mosca não dá expediente apenas na cozinha, não. Grande parte dos avanços feitos em genética devem-se aos estudos em laboratório com esse tipo de mosca, um dos animais mais estudados nessa área da ciência.

Então, que tal criar drosófilas em garrafas? Elas são fáceis de obter e de manipular, têm um ciclo de vida curto (drosófilas adultas vivem cerca de 70 dias) e um grande número de descendentes (durante a vida, uma fêmea põe, aproximadamente, três mil ovos).

Nos laboratórios, as drosófilas são criadas em tubos de vidro onde há um meio de cultura — ou seja, um meio usado para criar seres vivos, que fornece alimento para eles se desenvolverem — constituído por água, ágar-ágar, purê de banana, solução de levedo de cerveja e fungicida.

O ágar-ágar dá consistência gelatinosa ao meio. As leveduras são o alimento das moscas adultas. O purê de banana — que alimenta as larvas e as leveduras — pode ser feito a partir de bananas velhas amassadas, que são cozidas por um tempo em água com o ágar-ágar. Essa mistura é despejada nos frascos e, depois que ela esfria, colocam-se as leveduras. O fungicida evita a contaminação do meio de cultura.

Para criar as moscas em casa, é preciso substituir alguns desses elementos. Então, separe o que você irá precisar: uma garrafa transparente de plástico pequena; uma banana; fermento biológico para pão (à venda em padarias e supermercados); gelatina transparente em folhas; algodão; gaze; lupa; água.

O primeiro passo é preparar o meio de cultura. Nessa etapa, é necessário um ajudante adulto.

Peça a ele para dissolver duas folhas de gelatina em um pouco de água usando fogo baixo. Enquanto isso, amasse um pouco de banana com garfo. Depois, diga ao seu ajudante para acrescentar a banana amassada à gelatina e cozinhar por alguns minutos. Tire do fogo e coloque a mistura dentro da garrafa. Espere esfriar. Em pouco tempo, a mistura irá apresentar consistência macia, mas ao mesmo tempo compacta. Então, dissolva um pouco de fermento biológico para pão em água e coloque entre três e cinco gotas sobre a mistura quando ela esfriar.


O segundo passo é a captura das moscas. Para coletá-las, deixe um pedaço de banana envelhecendo na cozinha. Depois de um tempo, aparecerão drosófilas. Coloque, então, esse pedaço de banana dentro da garrafa.


O terceiro passo é vedar a garrafa com uma rolha. Para isso, faça uma rolha que permita a passagem de ar: pegue o algodão, faça uma bola com ele e enrole com gaze. Feche a garrafa com essa rolha.

Pronto! Agora você já pode observar por mais ou menos 15 dias as suas drosófilas!

Com uma lupa, espie diariamente e com atenção as suas mosquinhas. Você irá acompanhar o surgimento de larvas, seu crescimento e ainda ver quantas patas elas têm, como são os seus olhos, suas asas. Quem sabe até fazer alguma descoberta?

Matéria publicada em 13.04.2010

COMENTÁRIOS

  • fernanda

    aii que masimo vou tentar vaser deve ser muito legal obiservar as drosofilas

    Publicado em 12 de novembro de 2020 Responder

Responder Cancelar resposta

Redação

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat