Aprenda a fazer hemácias e outras células do sangue

Você vai precisar de:

Para a massa

– 2 copos de farinha de trigo (225 gramas);

– 1 copo de sal (100 gramas);

– 3/4 de uma xícara de água morna (150 mililitros);

– uma colher e meia de sopa de óleo de cozinha.

Para a massa

– 2 copos de farinha de trigo (225 gramas);

– 1 copo de sal (100 gramas);

– 3/4 de uma xícara de água morna (150 mililitros);

– uma colher e meia de sopa de óleo de cozinha.

Outros materiais

– Palitos de dente, fósforos ou um garfo;

– tinta guache vermelha;

– uma assadeira;

– óleo de cozinha e farinha de trigo para untar.
Preparo da massa

Misture todos os ingredientes necessários para fazer a massa em uma vasilha até atingir o ponto de biscoito ou até a massa desgrudar da mão. Então, dê o formato adequado a cada célula, conforme explicado a seguir.

Para as hemácias – as células do sangue que transportam o oxigênio –, use a massa para fazer bolinhas. Depois, faça uma pequena pressão com o dedo, no centro de cada uma, para deixá-las achatadas.

Já no caso dos linfócitos, basófilos e eosinófilos – células do sangue relacionadas com a defesa do organismo –, faça uma bola e, depois, uma pequena escultura, que deve ser colocada em cima de cada célula, deixando-a tal como mostra a foto abaixo. Para aumentar a semelhança com as células de verdade, fure a massa que forma a parte de cima das células com palitos de dente, de fósforo ou com o garfo.

Células modeladas, é hora de ir ao forno. Coloque as réplicas em uma assadeira untada com óleo e farinha de trigo. Peça ajuda a um adulto para levá-las ao forno pré-aquecido, em uma temperatura de 180 a 200 graus. Deixe a massa ali até começar a dourar.

Veja como devem ficar os linfócitos, basófilos, eosinófilos e as próprias hemácias depois de serem levados ao forno.

Pronto! Agora é só esperar as suas réplicas esfriarem para pintá-las com tinta guache. Use a cor vermelha, pois as células têm essa coloração no sangue. Para as hemácias, porém, capriche no tom. Já para os linfócitos, basófilos e eosinófilos, use um tom mais claro, diluindo a tinta com água.

Cathia Abreu
Instituto Ciência Hoje/RJ.

Matéria publicada em 15.08.2008

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Cathia Abreu

Adoro aprender coisas novas. Tenho a sorte de trabalhar me divertindo e fazendo descobertas todos os dias.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat