ABC da água

Quem nunca ouviu frases assim antes? Se você, porém, não quer apenas escutar recomendações, mas entender melhor por que é preciso poupar e manter limpa a água da Terra, além de descobrir maneiras de fazer isso na prática, precisa conhecer o projeto Pé na Água. Criado por pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, ele mantém, na internet, uma série de materiais que vão transformar você e seus amigos de escola em legítimos defensores da água!

O projeto Pé na Água traz informações sobre o rio Apa, que segue por 500 quilômetros entre o Brasil e o Paraguai, unindo os dois países (foto: projeto Pé na Água).

O projeto Pé na Água ganhou corpo depois de os pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul percorrerem a região onde nasce o rio Apa, no próprio estado do Mato Grosso do Sul, e o seguirem até a sua foz, no rio Paraguai, no extremo-sul do Pantanal (o rio Apa segue por 500 quilômetros entre o Brasil e o Paraguai, unindo os dois países). Durante a viagem, eles tiveram contato com a população que vive às margens do Apa no lado brasileiro e, por isso, fala tanto o português quanto o guarani, um dos idiomas paraguaios.

O nome do rio
Em guarani, Apa quer dizer “alameda densamente sombreada”. Trata-se de uma referência à mata de galeria do rio, em que as copas das árvores das duas margens se tocam, formando uma galeria, um túnel verde.

Essa experiência possibilitou à equipe criar uma série de materiais para serem utilizados em sala de aula: um livro com CD-ROM, uma revista e uma cartilha escrita tanto em português quanto em guarani, com a temática água.

“Se as águas não criam fronteiras, nosso desafio era produzir materiais que também não tivessem limites. Por isso, decidimos fazer a cartilha tanto em português quanto em guarani”, conta o biólogo Paulo Robson de Souza, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, coordenador geral do projeto Pé na Água.

 Em jogos, textos, mapas e filmes

Capa do livro do projeto Pé na Água, que traz textos sobre o rio Apa e sobre uso da água, além de um CD-ROM com mapas, desenhos, filmes e dicas de atividades.

Na revista e no livro, além de informações sobre o rio Apa, há também textos voltados para professores, mas com dados que interessam aos alunos, sobre o uso da água. No CD-ROM, há material visual – como mapas, desenhos, filmes e dicas de atividades – que pode ser impresso ou exibido nas escolas. Já a cartilha bilíngüe traz jogos que mostram o desperdício de água, histórias em quadrinhos com o tema poluição, lendas e até músicas que você vai curtir de montão.

“Quando criamos esse material, decidimos que o tema água precisaria ser tratado de uma forma ampla. Afinal, para proteger as águas, é preciso considerar a conservação dos solos, das florestas, os usos da água pelas indústrias, pela pecuária, pelas cidades etc.”, conta Paulo Robson de Souza.

Os materiais criados pelo projeto Pé na Água foram distribuídos por todo o Brasil, em universidades e bibliotecas públicas, e em escolas da região estudada. Porém, se eles não chegaram ao seu colégio, dê a dica ao seu professor: diga a ele para acessar a página do projeto na internet, onde estão disponíveis o livro, a cartilha, a revista e o conteúdo do CD-ROM. Além de dar uma ajuda e tanto ao seu mestre, você vai mostrar que está ligado na conservação da água do planeta e ganhar um banho de conhecimento com tudo o que ele vai trazer para a sala de aula depois!

Matéria publicada em 24.10.2008

COMENTÁRIOS

  • Jessica Cardoso Bradao

    Amei

    Publicado em 27 de abril de 2021 Responder

Envie um comentário

Mara Figueira

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat