A aventura de Darwin continua!

A bordo do barco Tocorimé Pamatojari, crianças e adolescentes da cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, vão saber mais sobre o naturalista inglês Charles Darwin (fotos: Tim Arioni).

Neste ano, há uma razão especial para falar sobre o naturalista inglês Charles Darwin. Em 2009, esse cientista – que elaborou uma teoria revolucionária para explicar como surgem as diferentes espécies de plantas e animais  – completaria 200 anos, se estivesse vivo. Por isso, a cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, recebe, de 18 a 23 de setembro, cientistas de vários países na conferência internacional Darwin e a Aventura. A bordo de um barco igual aos da época do naturalista inglês – o Tocorimé Pamatojari –, eles irão mostrar como as descobertas de Darwin são importantes até hoje.

A ideia de fazer o evento no Tocorimé Pamatojari – que quer dizer “espírito de aventura”, na língua do grupo indígena Kulina, da Amazônia – tem tudo a ver com a trajetória de Charles Darwin. Isso porque o naturalista inglês rodou o mundo em um veleiro chamado Beagle, fazendo observações que seriam usadas na elaboração da teoria que o tornaria famoso. “O Tocorimé foi construído por quatro jovens estrangeiros, um canadense e três holandeses, no meio da floresta amazônica e do mesmo modo que um grande barco europeu do século 19”, explica Adriana Perusin, coordenadora da conferência internacional Darwin e a Aventura.

No dia 11 de setembro, estudantes de Paraty conheceram a história do Tocorimé Pamatojari, em uma palestra com Marcos Lehmann, capitão da embarcação.

 Visita espacial

Durante o evento, 60 estudantes de Paraty poderão subir a bordo do Tocorimé e assistir a palestras com os cientistas para aprender mais sobre Darwin e a evolução. Já tem terra firme, em um evento aberto ao público, farão perguntas a astronautas da Nasa, a agência espacial norte-americana, que trabalham na Estação Espacial Internacional. As questões já foram encaminhadas aos tripulantes, que se surpreenderam com a sua qualidade. “Eles estão acostumados a receber dúvidas parecidas sobre a vida na estação espacial e ficaram surpresos com a criatividade e profundidade das perguntas.” Ponto para as crianças brasileiras!

Cenas dos próximos capítulos

A aventura do Tocorimé, no entanto, está apenas começando em Paraty. Lá, será apresentada ainda a Expedição Tocorimé – Na Trilha de Darwin, que irá refazer a viagem do naturalista inglês pela costa da América do Sul em 2010. A ideia é que, em cada porto, o barco tenha atividades especiais para crianças e adolescentes, como observação do fundo do mar com o uso de um minisubmarino.

Aposto que você ficou com vontade de ser um dos tripulantes do Tocorimé! Então, se não puder visitar a embarcação durante a conferência internacional Darwin e a Aventura, a dica é torcer para a sua cidade ser um dos locais visitados pelo barco em 2010!

 

Matéria publicada em 18.09.2009

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Tatiane Leal

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat